O que acontece se você ficar com o IPVA e o DPVAT atrasado? Entenda os riscos!

O IPVA e o DPVAT atrasado podem impedir de circular com o carro e custar caro aos motoristas.

São muitas as contas para pagar no início do ano e os motoristas não podem se descuidar delas, principalmente se quiserem andar com o carro sem ter problemas.

Ficar com o IPVA e o DPVAT atrasado pode ser um problema para andar com o carro, pois quem estiver conduzindo terá que arcar com as consequências, afinal, esses são impostos obrigatórios e que possuem data de vencimento.

Para que não fique preocupado, a dica é sempre acompanhar o calendário de pagamento e cumprir com ele. Vale lembrar que quem opta por pagar pelo IPVA parcelado, desde que siga os vencimentos, não terá problemas de atraso.

Problemas de estar com o IPVA e o DPVAT atrasado

Se por descuido ou simplesmente achar que não é necessário fazer o pagamento dos impostos em dia, existem muitas outras razoes que afirmam o contrário.

Entenda um pouco melhor o que acontece se ficar com o IPVA e o DPVAT atrasado e evite essas situações.

VEJA TAMBÉM
Sancionada lei que proíbe apreensão de veículos por atraso de IPVA no Tocantins

Ter o nome negativado

Muita gente acha que por ser um imposto relacionado ao veículo, nada acontecerá com o dono do carro. Isso é mero engano.

Ter uma dívida, seja ela qual for, pode fazer com que a pessoa tenha seu nome negativado nos órgãos de proteção ao crédito.

Essa situação pode fazer com que compras e créditos futuros sejam negados.

Carro apreendido

Além de ter de pagar a multa, não será possível seguir viagem com o carro porque nessas situações ele poderá ser apreendido.

Para que o veículo seja liberado, deverá ser regularizada toda a situação.

Aplicação de multa

Andar com os documentos do carro irregular é uma infração de trânsito e como tal pode ser punida com multa e pontos na carteira do condutor.

A infração não está diretamente relacionada ao pagamento desses dois impostos, mas sim ao licenciamento do veículo, que não poderá ser feito devido a esse atraso.

A pessoa que dirigir nessas condições cometerá uma infração gravíssima recebendo 7 pontos na CNH e uma multa no valor de R$ 293,47.

VEJA TAMBÉM
Wanderlei Barbosa comemora decisão da justiça de GO que proíbe apreensão de veículos com IPVA vencido

Não receber a indenização do acidente

Um dos problemas de estar com o DPVAT atrasado é que o motorista perde o direito da cobertura do seguro até que seja feita a regularização.

Isso significa que se a pessoa sofrer um acidente de trânsito não receberá a indenização do seguro auto, porém demais ocupantes do veículo terá direito a ela.

É importante deixar claro que o DPVAT não cobre despesas com o veículo e isso feito é feito pelo seguro auto.

Entretanto, quem possui esse tipo de produto pode ter dificuldade de usar, pois com a situação irregular, as seguradoras tendem a negar a cobertura.

Pagar mais caro pelos impostos

O IPVA e o DPVAT atrasado geram juros e multa de acordo com o tempo de atraso e isso significa que, quanto mais demorar para pagar, mais alto será o valor. Esse custo é desnecessário e pode pesar no orçamento.

Para não ter problemas com o IPVA e o DPVAT atrasado, fique atento ao calendário e se perdê-lo, regularize a situação o mais rápido possível.

Por Jeniffer Elaina, do SeguroAuto.org