Redação JM Notícia

Foto ilustrativa | Pixabay

Nesta quinta-feira (23) começa as aulas do ano letivo de 2020 para os alunos da Rede Municipal de Ensino de Palmas. As aulas começam em todas as 65 65 escolas e Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis), localizados na zona urbana da Capital.

Mas fique atento: nas unidades Cmei Amâncio José de Moraes, localizado na Arse 22; Cmei Miudinhos, no Setor Santa Fé; Escola Municipal Beatriz Rodrigues, na Arno 42 e ETI Anísio Spínola Teixeira, no Setor Bertaville, as aulas só começarão na próxima segunda-feira (27) em razões de obras para melhorias na infraestrutura.

Já para os estudantes matriculados nas escolas do campo, conforme calendário escolar, as atividades letivas serão retomadas somente no dia 03 de fevereiro.

Nas unidades de Ensino Fundamental e nos Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis), diretores, professores e servidores em geral aguardam seus alunos para dar às boas vindas e iniciarem mais um ano de estudos e de muito aprendizado.

VEJA TAMBÉM
Raul Filho contesta informações de matérias reprisadas nesta terça e diz esperar decisão favorável

Aula inaugural contará com a presença de Cinthia Ribeiro

Para dar início às atividades do ano letivo, uma aula inaugural será realizada na Escola Municipal de Tempo Integral (ETI) Caroline Campelo, localizada no Setor Santa Fé II, às 9 horas.

A cerimônia destinada a recepcionar os alunos será prestigiada pela prefeita Cinthia Ribeiro, pela secretária da Educação, Cleizenir dos Santos, gestores escolares, professores, entre outras autoridades.

Na oportunidade, a prefeita Cinthia fará a apresentação de 42 ônibus, que serão usados no programa Bilhetagem Eletrônica – novo sistema implantado no transporte escolar da Capital. Além da nova tecnologia, a frota passa a contar com veículos mais novos e modernos.

A inovação tecnológica é direcionada para estudantes da zona rural de Palmas e significa um marco para a Capital, que se torna pioneira no uso do sistema. Com a implantação dessa nova tecnologia, os alunos cadastrados no sistema de transporte escolar da Rede Municipal passam a utilizar o cartão de bilhetagem eletrônica.

Assim, o Município, as escolas e os pais terão total controle sobre as rotas dos ônibus em tempo real, podendo monitorar se o aluno está mesmo indo à escola, pois o sistema possibilita uma integração entre o sistema de frequência do ônibus, com o de frequência da escola, por meio do cartão da bilhetagem eletrônica.