Bancada evangélica permanece como um dos maiores aliados de Bolsonaro

Grupo espera que pautas conservadoras tenham mais destaque este ano

0

Redação JM Notícia

(Camboriú – SC, 02/05/2019) Encontro Internacional de Missões dos Gideões. Foto: Alan Santos/PR

A bancada evangélica começou o ano de 2020 reafirmando seu apoio ao governo de Jair Bolsonaro, permanecendo como um dos maiores aliados do presidente.

Dos 513 deputados federais, 107 são evangélicos, o que representa 21% da Câmara. O número, porém, é inferior ao de brasileiros que são evangélicos, 31% segundo o Datafolha, por isso a expectativa de que a bancada religiosa cresça nas próximas eleições.

No Senado os evangélicos também estão presente, são 15 dos 81 senadores, o que representa 18,5%.

Questões morais como as lutas contra o aborto e contra a legalização das drogas são algumas das pautas que mais unem os parlamentares evangélicos ao governo federal.

Outra questão que os une é a ligação com Israel, com Bolsonaro mantendo boas relações com as autoridades da Terra Santa, que conta com o apoio e admiração dos brasileiros cristãos.

O presidente da Frente Parlamentar Evangélica, deputado pastor Silas Câmara, a expectativa do grupo é que as pautas morais ganhem mais importância neste segundo ano de mandato de Jair Bolsonaro.

VEJA TAMBÉM
Participantes da 2ª Marcha Cristã pedem intervenção militar na Avenida Paulista

“Pela primeira vez terminamos o ano despreocupados”, disse ele que também entende que a agenda conservadora não teve muitos avanços em 2019.

google.com, pub-9459345976355950, DIRECT, f08c47fec0942fa0 smartadserver.com, 3563, RESELLER beachfront.com, 13749, RESELLER, e2541279e8e2ca4d advertising.com, 28458, RESELLER admanmedia.com, 556, RESELLER