Redação JM Notícia

A Assessoria Jurídica da Associação Nacional de Juristas Evangélicos (ANAJURE) e a Sociedade Brasileira do Design Inteligente (TDI Brasil) notificaram extrajudicialmente a Rede Globo por conta de uma matéria depreciativa sobre a Teoria do Design Inteligente.

Em 28 de janeiro o Jornal Nacional exibiu uma reportagem sobre a nomeação do novo presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES, Dr. Benedito Guimarães Neto, um pastor presbiteriano que é defensor da teoria do TDI, ligado ao criacionismo.

A matéria veiculada deu destaque a uma fala do Dr. Benedito, durante evento acadêmico, em que se posicionou favoravelmente à disseminação de argumentos científicos sobre a existência de um design inteligente, em contraponto à teoria da evolução.

Em seguida, foram expostas várias manifestações contrárias à TDI, sendo esta apresentada como desprovida de cientificidade e como pretexto para desperdício de verba pública.

As entidades, através de uma nota, revelaram que há inúmeros estudantes, docentes e pesquisadores que se debruçam sobre o tema e que não foram consultados na matéria.

“Constatamos, portanto, que houve um agravo, desproporcional e contrário ao princípio constitucional do pluralismo de ideias, contra a Sociedade Brasileira do Design Inteligente”, diz a nota.

Diante disto, eles pedem o direito de resposta como está garantido no art. 5º, inciso V, da Constituição Brasileira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here