A proposta apresentada nesta quinta, 6, dispõe sobre a oferta obrigatória de cursos preventivos contra acidentes e também de primeiros socorros para profissionais do quadro da educação das escolas públicas e particulares do Tocantins.

“A medida visa garantir que nossos estudantes e também professores tenham mais segurança no ambiente escolar”, destacou Vanda Monteiro.

Ainda de acordo com o projeto, os cursos deverão ser ministrados por entidades ou profissionais especializados ou contar com parcerias entre o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência- SAMU, Corpo de Bombeiros e Secretarias de saúde.