Redação JM Notícia

Dando continuidade às vistorias nas unidades de saúde pública de Palmas, nesta quarta-feira, 19, promotores de Justiça e servidores do Ministério Público do Tocantins, acompanhados de equipe do Corpo de Bombeiros Militar, conferiram o sistema e equipamentos de segurança no Hospital Infantil de Palmas.

A ação é uma iniciativa da 23ª Promotoria de Justiça da Capital, que tem como titular a promotora Kátia Chaves Gallieta, com atuação na defesa da ordem urbanística. A vistoria contou com o apoio dos dois promotores de saúde pública da capital, Thiago Ribeiro e Araína Cesárea D’Alessandro. Técnicos do Centro de Apoio Operacional de Urbanismo, Habitação e Meio Ambiente (Caoma) e do Centro de Apoio Operacional do Consumidor (Caocon), também acompanharam a fiscalização.

Dentre as principais falhas que necessitam de melhorias, inicialmente, estariam correções nas instalações elétricas, na central de gás, sinalização e desobstrução das saídas de emergência para evacuação em casos de sinistro. Foi relatado, também, que os 12 leitos instalados nos corredores comprometem o sistema de segurança.

De acordo com Kátia Gallieta, o Ministério Público do Tocantins aguarda, até sexta-feira, 21, a conclusão do relatório por parte do Corpo de Bombeiros para que sejam encaminhadas as recomendações para regularização da infraestrutura do Hospital Infantil de Palmas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here