Videos que viralizaram nas redes sociais mostram jovens sendo derrubados nessa nova brincadeira que provocou preocupação nas autoridades. Foto: Reprodução

Com o objetivo de conscientizar crianças e adolescentes sobre os perigos de praticar brincadeiras que podem causar lesão corporal e até levar a óbito, o deputado estadual Léo Barbosa (SD) apresentou, nesta quarta-feira (19) na Assembleia Legislativa, um Projeto de Lei que institui campanhas educativas no sistema de ensino público e privado do Tocantins.

De acordo com a justificativa do projeto, a campanha visa prevenir, conscientizar e combater esses tipos de brincadeiras, nas escolas e fora delas, e capacitar docentes e equipe pedagógica para a implementação das ações de debate sobre os problemas que podem ser gerados por essas práticas.

Segundo Léo Barbosa, a iniciativa é muito necessária, principalmente tendo em vista o grande número de vídeos que circulam nas redes sociais desde o início do mês de fevereiro, em que crianças e adolescentes aparecem derrubando uns aos outros no chão dentro das escolas, no chamado “desafio da rasteira”. “O que parece ser uma brincadeira inofensiva é gravíssimo e pode terminar em óbito, causando desta forma, grande preocupação para os pais, bem como para toda sociedade”, destacou.

VEJA TAMBÉM
Solange Duailibe e Stalin Bucar são empossados na Assembleia

Durante a apresentação do Projeto, o parlamentar pediu ainda que a Secretaria de Educação do Estado (Seduc) haja o mais rápido possível para informar os alunos sobre essas práticas. “Precisamos que a educação trabalhe no sentido de orientar e combater esses tipos de brincadeira, além do trabalho que já sabemos que é feito para combater o bullying”, ressaltou Léo.

Em Araguaína, no norte do Estado, um adolescente de 14 anos sofreu uma lesão na coluna cervical após ser vítima do “desafio da rasteira”. A mãe, que não quis se identificar, disse que percebeu que o filho estava com dificuldades para mexer o pescoço e os ombros, e aos questioná-lo foi informada sobre a brincadeira.