Redação JM Notícia

A Polícia Militar (PM) desencadeia a partir desta sexta-feira, 21, até a próxima terça-feira, 25, em todo Tocantins, a Operação Carnaval 2020, com o emprego do efetivo administrativo e operacional de todas as unidades, no reforço do policiamento das cidades do Estado, especialmente naquelas onde ocorrerão festividades de carnaval.

Ao todo, serão 1.850 policiais militares empregados nas cinco noites em todo o Tocantins. Destes, serão movimentados 115 militares da Capital para reforçar o interior. Todas as noites 350 policiais atuarão em serviço extra, exclusivamente no circuito de carnaval. O policiamento ordinário das viaturas será mantido sem alterações.

A ação tem os objetivos de prevenir e/ou coibir ações praticadas por infratores da ordem pública, visando proteger o patrimônio; bem como garantir a segurança, o bem-estar, a tranquilidade social e a garantia do pleno exercício da cidadania. As cidades de Gurupi, Palmas, Dianópolis, Arraias, Xambioá, Porto Nacional, Pedro Afonso e Araguatins receberão um reforço no efetivo, com policiais militares provenientes principalmente da Capital. 

Durante a operação, a PM realizará policiamento a pé e motorizado nos locais onde houver aglomeração de pessoas durante a folia, bem como, realização de bloqueio (blitz) e abordagem em pontos das cidades (perímetro urbano e rural), com a finalidade de intensificar a presença, transmitindo à população um aumento da sensação de segurança e a redução dos índices de ocorrências.

VEJA TAMBÉM
"O Tocantins chegou ao fundo do poço", diz Márlon Reis ao confirmar que é pré-candidato ao Governo

As blitze contarão com o apoio do Batalhão de Polícia Militar Rodoviário e Divisas (BPMRED). Abordagens às pessoas consideradas suspeitas terão o apoio das equipes especializadas de Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam) e do Grupo de Intervenção Rápida Ostensiva (Giro) do Batalhão de Polícia de Choque. A Companhia Independente de Operações Especiais (Cioe) fará um policiamento especializado em torno de locais sensíveis (bancos e presídios) e áreas de ocorrências de maior complexidade.

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Jaizon Veras Barbosa, ressalta que a Operação Carnaval é uma ação de reforço ao policiamento ordinário existente, que continuará normalmente durante esse período. Lembrou ainda que os demais órgãos que compõem o sistema de segurança pública atuarão de forma conjunta. “Todo nosso efetivo estará empregado durante as festividades de carnaval, atuando nas mais diversas frentes de serviço, para que a população tocantinense possa ter a tranquilidade de brincar o carnaval com total segurança”, afirma.