Em Genebra, Damares diz que corrupção ‘era a maior violação de direitos humanos no Brasil’

"Seguimos plenamente engajados no combate à corrupção. Sim, a corrupção era a maior violação de direitos humanos no Brasil", afirmou

0
A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, durante discurso em Genebra Foto: Divulgação


A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, destacou em discurso nesta segunda-feira na abertura do Conselho dos Direitos Humanos das Nações Unidas (ONU), em Genebra, na Suíça, que o governo brasileiro está “engajado” no combate à corrupção.

— Seguimos plenamente engajados no combate à corrupção. Sim, a corrupção era a maior violação de direitos humanos no Brasil.

Segundo Damares, no ano passado, mais de  US$ 25 milhões recuperados pela Operação Lava-Jato foram destinados a ações para promoção de direitos de adolescentes em conflito com a lei.

— O dinheiro da corrupção agora vai para políticas públicas de defesa dos direitos humanos. Sem corrupção, já começa a sobrar dinheiro para proteger nossos brasileiros — afirmou a ministra, sem mencionar cortes do governo em investimento.

A ministra falou ainda sobre a situação na Venezuela. Disse que  o Brasil atendeu a mais de um milhão de cidadãos daquele país que buscavam refúgio em razão da crise humanitária.

Ainda de acordo com Damares, o governo tem facilitado o reconhecimento do “status” de refugiado.

VEJA TAMBÉM
Damares Alves dá festa de princesa para aluna negra vítima de racismo

— Estamos particularmente preocupados com as centenas de crianças que chegam desacompanhadas ao Brasil. Elas precisam de uma perspectiva de vida livre e saudável, algo que lhes foi violentamente retirado pelo regime ilegítimo e autoritário de Nicolás Maduro.

google.com, pub-9459345976355950, DIRECT, f08c47fec0942fa0 smartadserver.com, 3563, RESELLER beachfront.com, 13749, RESELLER, e2541279e8e2ca4d advertising.com, 28458, RESELLER admanmedia.com, 556, RESELLER