Metas e ações foram traçadas para 2020 em torno das políticas públicas de combate a violência contra crianças e adolescentes. 

A Igreja Adventista do Sétimo Dia, em Belo Horizonte, esteve representada na Assembleia Legislativa do Estado do Minas Gerais (ALMG), no dia 2 de março, durante reunião com os membros da “Frente Parlamentar Mista Juntos contra a Pedofilia”. Metas e ações foram traçadas para 2020 em torno das políticas públicas de combate a violência contra crianças e adolescentes. Entre janeiro e setembro de 2019, a Secretaria de Estado de Segurança Pública de Minas registrou 2.270 de estupros de vulnerável. Ou seja, em média, oito crianças ou adolescentes de até 14 anos são vítimas de crimes sexuais por dia no estado.

+ Adventista tem direito a fazer vestibular em horário diferente, decide Justiça Federal

Os membros presentes, entre eles profissionais da área da segurança pública, saúde e educação, abordaram a necessidade de ações nas escolas públicas sobre conscientização e esclarecimento a respeito dos crimes de pedofilia, visitas às Delegacias Especializadas de Proteção à Criança e ao Adolescente e à Vara Especializada da Criança e do Adolescente, para apurar se a quantidade de servidores é suficiente, assim como a estrutura disponível pelo Estado.

VEJA TAMBÉM
Comissão elege novos líderes adventistas na América do Sul

Eles também debateram propostas de alterações no Projeto de Lei (PL) quanto a criação do “Disque contra a Pedofilia”. Foi ainda analisada a elaboração de ação conjunta no Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual Infantil, em 18 de maio de 2020.

No ano passado, a líder do Ministério da Mulher para Belo Horizonte, Rita Lima, foi convidada a fazer parte da Frente Parlamentar, por conta da atuação e mobilização da Igreja Adventista no combate à violência contra crianças, a partir das ações do projeto “Quebrando o Silêncio”.

O Quebrando o Silêncio é um projeto com ações anuais que visam a conscientização da sociedade e o combate a diversos tipos de abusos e violência. Saiba mais em quebrandoosilencio.org.

(Com Adventistas/Renata Paes)