Convenção pede reforço aos cultos domésticos e conclama fieis para campanha em favor da nação

O pastor Claudemir Lopes, presidente da Convenção Coimadetins, emitiu nota na tarde desta quinta-feira(19) recomendando aos campos filiados à convenção que suspendam os cultos em obediência às diretrizes governamentais de combate ao coronavírus (ou COVID-19).

No comunicado, o pastor ressalta, porém, que os pastores deixem as portas dos templos sempre abertas nos horários dos cultos para que fieis possam orar pela nação. Pede ainda que os fieis intensifiquem os cultos domésticos e se preparem para um campanha de 40 dias de oração lançada pela convenção.

Confira a nota:

O presidente da COIMADENTINS Pr. Claudemir Lopes, no uso de suas atribuições estatutária que lhe confere no Art 12 Inciso II. Visando contribuir para que não haja aumento ou proliferação do Corona Vírus (COVID- 19) ainda levando em consideração recomendações governamentais de saúde pública.

Orientamos ao pastores presidentes de campo, que suspendam os cultos e eventos de igrejas que estão sobre seus cuidados até o desfecho de todo esse problema que estamos vivendo, porem fica recomendado que os pastorem mantenham as portas de seus templos (Igrejas) abertas nos horários específicos de cultos, para aqueles irmãos e fies que desejarem ter um momento pessoal de oração e clamor a Deus em favor da cidade, do estado, do Brasil e de outras nações.

Os eventos poderão ser remarcados para outra data. Solicitamos também que neste período todos os fies de nossas igrejas intensifique as orações de forma pessoal e que façam cultos domésticos, para que possamos enfrentar toda e qualquer adversidade com fé, responsabilidade social e confiança em Deus.

Estamos lançando uma campanha de 40 dias de jejum e oração para que Deus vem ter Misericórdia para com a Nação brasileira e todos os povos da Terra.