Sede administrativa da CPAD. Foto: Reprodução

A Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD) publicou um texto editorial nesta quinta-feira (26) em defesa das ações tomadas pelo Governo Bolsonaro diante da crise gerada pelo novo coronavírus. “A proposta apresentada pelo governo é equilibrada e está em consonância com o que muitos países bem sucedidos nesse combate têm feito.
“, diz o texto.

Ligada à CGADB, a entidade afirma que o presidente está em uma ” sua bem sucedida condução como chefe maior de nossa nação”.

+ Bolsonaro revela “experiência com Deus” após atentado; assista a entrevista dada à TV CPAD

Confira na íntegra:

EDITORIAL: Apoio às medidas do Presidente Bolsonaro no combate ao coronavírus

A CPAD, através de seus veículos de comunicação, vem apoiando o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, em sua bem sucedida condução como chefe maior de nossa nação.

E não tem sido diferente no tocante às medidas que ele vem adotando no combate ao COVID-19, mais popularmente conhecido como coronavírus.

A proposta apresentada pelo governo é equilibrada e está em consonância com o que muitos países bem sucedidos nesse combate têm feito.

No dia 24 de março, o presidente Bolsonaro fez um pronunciamento em cadeia de rádio e televisão onde frisou ser contrário a medidas radicais de combate ao coronavírus adotadas em alguns estados e municípios do Brasil.

Segundo o presidente, corroborado ontem pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, em coletiva em que abordou também o assunto, a estratégia de confinamento geral da população, com fechamento do comércio e outras medidas radicalmente restritivas, não apenas não se mostram tão eficientes no combate à epidemia como causam um prejuízo maior ao país, gerando desemprego em massa, fome, aumento da violência, mais mortes etc.

Vale ressaltar que vários países que estão sendo exemplo no combate à atual epidemia rejeitaram o confinamento geral, como são os casos de Japão, Israel, Cingapura, Austrália, Coreia do Sul, Suécia e mais recentemente Holanda. Os Estados Unidos também anunciaram o fim do lockdown nos próximos dias. Cuidados com a higienização, e com o distanciamento social dos idosos e de pessoas dentro do grupo de risco, são orientações mantidas.

Importante também o decreto presidencial desta quinta-feira, que torna essenciais, entre outras atividades importantíssimas, as de cunho religioso.

Continuemos orando para que brevemente o nosso país possa voltar ao normal e possamos vê-lo novamente prosperar, em nome do Senhor Jesus. Deus abençoe o nosso país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here