(Foto: Lula Marques/Agência PT)

O Twitter apagou sete postagens do pastor evangélico Silas Malafaia nesta quinta-feira (2), registra o Painel da Folha.

Nos tuítes, o pastor Malafaia criticava a eficácia das quarentenas no combate ao novo coronavírus no Brasil e apoiava Jair Bolsonaro quanto às medidas restritivas impostas pelos governadores.

Linha do tempo mostra post retirados pela rede social. Foto: Reprodução

A rede social, que já havia apagado postagens de Jair e Eduardo Bolsonaro, divulgou a seguinte nota sobre o caso:

“O Twitter anunciou recentemente em todo o mundo a expansão de suas regras para abranger conteúdos que forem eventualmente contra informações de saúde pública orientadas por fontes oficiais e possam colocar as pessoas em maior risco de transmitir Covid-19”.

Abaixo, o vídeo apagado pelo Twitter: