Culto em igreja evangélica em Paraíso do Tocantins. Foto: Reprodução

A prefeitura de Araguaína acordou com o Conselho de Ministros Evangélicos de Araguaína (Comeara) que as igrejas devem respeitar o limite de 40 fieis por celebração. “As cadeiras precisam estar afastadas e o limite respeitado mesmo se o local couber mais pessoas. Também é preciso observar locais que não cabem 40 pessoas com as cadeiras afastadas”, explicou Dimas.

As determinações fazem parte de novas medidas restritivas contra o novo coronavírus após o 5º caso confirmado na cidade.

Outros anúncios foram feitos durante live do prefeito Ronaldo Dimas realizada na noite desta segunda-feira, 6 onde tirou dúvidas da população e informa sobre 5º caso de coronavírus.

Atividade física
O prefeito também falou que Parque Cimba e academias serão mantidos fechados, mas a Via Lago continua sendo um local para atividade física, desde que as pessoas respeitem o distanciamento e uso da máscara. “Nas academias, todos nós sabemos é uma pratica esportiva em ambiente fechado, em equipamentos que todos usam, mesmo que haja limpeza pode gerar contaminação”, ressaltou.

Filas nos estabelecimentos
As filas externas são melhores que as filas internas, na compreensão de Dimas, mas para funcionar precisam respeitar o distanciamento. “Não é uma obrigação só do empresário, mas de todos nossos cidadãos”, alertou.

VEJA TAMBÉM
Araguaína reforça pedido de isolamento aos cidadãos para 'desacelerar o avanço da doença'

Regras no comércio
Dimas também explicou que o decreto atual mantém os bares fechados, restaurantes apenas com pedidos de delivery ou retirada da refeição e que estabelecimentos comerciais em geral devem respeitar as medidas. Ainda falou que poderá reavaliar a situação dos restaurantes em locais abertos, para que possam funcionar recebendo o cliente em mesas.

“Salões e barbearia só com hora marcada e no máximo um cliente na espera. As cadeiras precisam ter dois metros de afastamento, se não for possível diminuir o número de atendimento. Já bares não precisam abrir, não pode vender bebida alcoólica”.

Aulas suspensas e alimentos para famílias
As aulas na Rede Municipal de Ensino continuam suspensas pode tempo indeterminado e os trabalhadores da educação estão de férias. Para ajudar às crianças que tinham a alimentação escolar como essencial, Dimas anunciou que fornecerá a merenda às famílias carentes. “Nossos diretores estão levantando os alunos que precisam de uma alimentação especial, principalmente, do leite”.

O prefeito esclareceu que a rede de ensino particular tem autonomia e não restrições, mas devem ser prudentes em manter a suspensão. “O número de casos é crescente e ainda estamos nos preparando para atendimento dos casos graves, portanto, é impossível que nesse momento possa abrir escolas”.

VEJA TAMBÉM
Prefeitura de Araguaína diz que construção da Nova Feirinha entra na reta final

Fiscalização e orientação
Sobre o monitoramento do cumprimento das medidas, Dimas destacou que um edital para contratação temporária e emergencial de fiscais do Departamento Municipal de Posturas e Edificações deve ser publicado nesta semana. Os novos fiscais devem ter nível superior, possuir motocicleta para usar como instrumento de trabalho, habilitação e documentação em dia. Também disse que Araguaína contará com apoio do Exército em breve.

Feiras livres
A partir desta semana, as feiras vão retornar a funcionar. A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, em parceria com a Secretaria Municipal da Saúde, estabelecerá por meio de portarias, regras para o funcionamento dos estabelecimentos e das feiras, entre as medidas já estabelecidas e que devem ser obedecidas estão o espaçamento entre as barracas, intensificação na limpeza e uso obrigatório do álcool para higienização.

Outra medida será o aumento do espaço das feiras livres e a proibição da presença de pessoas acima de 60 anos, seja na comercialização ou compra dos produtos nestes locais. “Se não for respeitado, vamos fechar novamente”, alertou Dimas.