TJ-MS cita ‘prejuízo espiritual’ e libera funcionamento de igrejas

Decisão do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ-MS), derrubou liminar que proibia o funcionamento de igrejas na capital

0
Decisão do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ-MS), derrubou liminar que proibia o funcionamento de igrejas na capital. Imagem ilustrativa

Decisão do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ-MS), derrubou liminar que proibia o funcionamento de igrejas, em Campo Grande.

Desta forma, o prefeito Marquinhos Trad, disse que as igrejas serão liberadas, desde que cumpram as regras de biossegurança estabelecidas pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano (Semadur) para o combate ao novo coronavírus.

No documento, divulgado neste sábado (18) o desembargador Paschoal Carmello Leandro, presidente do TJ-MS, ressalta que “neste momento de pandemia a população necessita fortalecer os seus credos, a fim de superar as graves consequências da doença, sob pena de prejuízo à saúde mental e espiritual…”

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here