Com conteúdo Estadão

O advogado-geral da União, André Mendonça, aceitou, nesta segunda-feira (27) o convite do presidente Jair Bolsonaro para assumir o Ministério da Justiça e Segurança Pública no lugar de Sérgio Moro.

A nomeação para o cargo será publicada em edição do Diário Oficial que será publicado nesta terça-feira (28).

+ ‘Supremável’, ministro da AGU defende imunidade tributária das igrejas: ‘trabalho social muito intenso’

+ Bolsonaro diz que pastor ministro da AGU é bom nome para o STF: “é terrivelmente evangélico”

Evangélico, ele assume o lugar do ex-ministro Sérgio Moro.

Nesta entrevista ao UOL, André explica que sua fé não o impede de exercer um bom trabalho

O ex-titular da pasta pediu demissão na última sexta-feira (24) após exoneração do diretor-geral da PF (Polícia Federal), Maurício Valeixo. Outro nome cotado para substituir Moro era o do ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Jorge Oliveira.

Com o aceite para o cargo, o comando da AGU deve ficar com o atual procurador-geral da Fazenda Nacional, José Levi Mello do Amaral Júnior.

O convite a Mendonça foi feito por Bolsonaro nesta segunda-feira (27) em reunião com Jorge Oliveira e com o atual procurador-geral da Fazenda Nacional, José Levi Mello do Amaral Júnior, que assumirá o comando da AGU no lugar de Mendonça.

Imprensa repercute escolha do novo ministro da Justiça. Foto: Reprodução

Assim como Moro, André Mendonça foi anunciado para integrar a equipe do governo ainda durante o período de transição. No período em que ficou à frente da pasta, o ex-juiz da Lava Jato ganhou o título de “superministro”, já que assumiu a Justiça e Segurança Pública juntas. Durante o governo de Michel Temer, as pastas eram separadas, mas foram unificadas na reestruturação ministerial proposta por Bolsonaro.

Biografia

André Luiz de Almeida Mendonça (Santos, 27 de dezembro de 1972) é um advogado e pastor presbiteriano brasileiro, atual advogado-geral da União do Brasil.

É advogado da União desde 2000 e foi assessor especial do ministro da Controladoria-Geral da União Wagner Rosário entre 2016 e 2018.

É doutor em Estado de Direito e Governança Global e mestre em Estratégias Anticorrupção e Políticas de Integridade pela Universidade de Salamanca.

Sua tese de doutorado e dissertação de mestrado conquistaram o prêmio extraordinário da mesma Universidade. Também é pós-graduado em Direito Público pela Universidade de Brasília (UnB).

Em 2011, André Mendonça recebeu o Prêmio Innovare, pela idealização e coordenação de grupo da AGU dedicado à recuperação de ativos desviados em casos de corrupção, que recuperou bilhões de reais aos cofres públicos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here