Moisemar lamentou ainda que as “famílias sequer tiveram tempo de retirar os seus móveis e eletrodomésticos do local. Horas depois, foram surpreendidos com uma forte chuva”. Foto: Divulgação

Na manhã desta terça-feira (19) o que se fala nas redes sociais é da ação de retirada de moradores pela prefeitura de Palmas de uma área em Taquari por meio de máquinas derrubando barracos das famílias que ali se alojaram. Os vídeos feitos pelos próprios moradores reclamando da iniciativa poder executivo ganharam a internet palmense.

Além do vereador Erivelton, que disse que a ação de despejo feita pela Prefeitura de Palmas: “imoral e desumana”, outro que se manifestou foi Moisemar Marinho, que tece duras críticas à prefeita Cinthia Ribeiro.

“A prefeita agiu de forma irresponsável, sem planejamento, ao colocar pais de família e crianças a céu aberto, sem nenhuma perspectiva de moradia”, disse em nota o vereador.

Moisemar lamentou ainda que as “famílias sequer tiveram tempo de retirar os seus móveis e eletrodomésticos do local. Horas depois, foram surpreendidos com uma forte chuva que destruiu boa parte dos móveis”.

Confira a nota:

Nota de repúdio

O vereador Moisemar Marinho (PDT) repudia, veementemente, a ação da prefeita Cinthia Ribeiro (PSDB) que, em meio à pandemia, ordenou a desocupação de área que abrigava 28 famílias no Taquari, nessa segunda-feira, 18.

A ação destruiu alojamentos ocupados pelas famílias que moravam há cerca de 20 dias no local e que sequer foram comunicadas com antecedência da ação da prefeitura.  Os moradores eram pessoas afetadas pela crise da Covid-19 e viviam apenas com ajuda de doações e do dinheiro do auxílio emergencial liberado pelo Governo Federal.

Como se não bastasse essa ação injusta a esses palmenses, as famílias sequer tiveram tempo de retirar os seus móveis e eletrodomésticos do local. Horas depois, foram surpreendidos com uma forte chuva que destruiu boa parte dos móveis.

A prefeita agiu de forma irresponsável, sem planejamento, ao colocar pais de família e crianças a céu aberto, sem nenhuma perspectiva de moradia. Não é papel do gestor agir dessa forma truculenta. Fica, aqui, o meu repúdio a essa ação da prefeita.

Moisemar Marinho

Vereador 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here