“Essas pessoas não têm condições de pagarem aluguel e a Covid-19 agravou a situação das famílias carentes”, alertou o vereador. Foto: Divulgação

O vereador Erivelton Santos (PV), através da Frente Parlamentar em Defesa da Moradia e Regularização Fundiária, solicitou à Prefeitura de Palmas que sejam adotadas providências em relação à situação das famílias que ocupavam a Área Pública Municipal (APM 16), localizada na quadra T-30, no Jardim Taquari. Cerca de 30 famílias tiveram as moradas provisórias demolidas por ordem da gestão municipal, no dia 18 de maio.  

+ Vereador Erivelton critica ação de despejo feita pela Prefeitura de Palmas: “imoral e desumana”

Representantes da Frente Parlamentar estiveram no local no dia 20 de maio, afirmando que a situação exige o envio imediato de equipe de assistência social que possa realocar essas famílias e disponibilizar alimentos e produtos de higiene pessoal aos desabrigados, uma vez que foram surpreendidas com a ação do Governo Municipal, o qual enviou tratores para derrubar as estruturas.

Para Erivelton, a solicitação busca garantir direitos básicos a esses cidadãos, especialmente a dignidade, como saúde, moradia, alimentação, assistência aos desamparados, segurança e o bem-estar. “Essas famílias tiveram suas vidas ainda mais fragilizadas, visto o período de pandemia que enfrentamos. Faltou sensibilidade por parte da gestão com essa comunidade, com pessoas que precisam de assistência”, assegurou.

Neste período de crise causada pelo coronavírus, o parlamentar questiona como aqueles que não tem moradia irão aderir ao isolamento social. “Essas pessoas não têm condições de pagarem aluguel e a Covid-19 agravou a situação das famílias carentes, mas é dever do município ampará-las e oferecer o mínimo de dignidade. Aguardamos uma posição da gestão quanto à solicitação”, afirmou Erivelton.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here