O senador do Texas, Ted Cruz, disse nesta semana que os líderes políticos que querem manter as igrejas fechadas em meio à pandemia de coronavírus “odeiam a fé”.

O legislador conservador fez o comentário durante uma entrevista no Facebook Live com o First Liberty Institute na quinta-feira.

“Existem esses políticos de esquerda que odeiam a fé, que têm uma antipatia demonstrável por pessoas de fé, por cristãos, por judeus observadores, por alguém para quem a fé é algo real e tangível em suas vidas”, disse ele.

+ Jornalista defende reabertura gradual das igrejas em Araguaína: “reabrir com responsabilidade”

+ Vereador solicita abertura de Igrejas em Palmas: ‘porto seguro para muitos’

+ Trump determina reabertura de igrejas nos EUA: ‘essenciais’

Essa crise de saúde – como qualquer calamidade – revelou o caráter de muitos políticos, afirmou Cruz, argumentando que alguns de seus colegas agiram como “autoritários de botas”, tendo como alvo grupos religiosos enquanto medidas de bloqueio permanecem em todo o país.

“É uma coisa”, acrescentou, “implementar restrições razoáveis ​​à saúde pública. Outra coisa é atropelar arbitrariamente a liberdade.

Cruz fez seu caso apontando para o prefeito de Nova York Bill de Blasio (D), que no mês passado ameaçou fechar permanentemente igrejas que violavam as restrições municipais às reuniões.

(Com Faithwire)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here