Prefeita de Palmas, Citnhia Ribeiro. Foto: Reprodução

A prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro, foi ao Twitter desabafar para os seus seguidores sobre as críticas enfrentadas pela gestão ante às decisões tomadas diante da pandemia da Covid-19, que deixaram o comércio e as igrejas em Palmas sem nenhuma opção de acordo com o Executivo, a não ser obedecer os rígidos decretos de isolamento e sofrer as consequências pesadas destes.

Críticas

O desabafo da prefeita veio no fim do dia desta segunda-feira, 01. Pela manhã, em carta aberta a Cinthia Ribeiro, o pastor Tertuliano Filho pediu fim da violação da liberdade de culto em Palmas. O pastor disse que a prefeita “sabe perfeitamente que as restrições implementadas pela sua gestão no tocante ao funcionamento dos templos religiosos não trará benefícios ao seu mandato, à sua carreira política e ao reino de Deus, que está sofrendo sérios prejuízos“.

No dia 28 de maio, empresários protestaram em Palmas por reabertura do comércio e disseram que os “decretos estão matando as famílias”. Há quase 80 dias parados, os comerciantes palmenses têm sofrido com a falta de apoio da gestão municipal na aplicação de medidas que garantam a sua continuidade após a pandemia. Muitos já fecharam as portas.

Segundo pesquisa da CDL, o desemprego atinge 25% das famílias de Palmas e sociedade teme colapso social.

Para Silvan Portilho, presidente da CDL Palmas, a situação é preocupante. “O bem estar social, gerado pelo desenvolvimento econômico, sempre foi uma bandeira defendida pela CDL Palmas. Neste momento, a manutenção de empregos foi, mais do que nunca, a nossa preocupação. Os números apresentados são alarmantes, é entristecedor saber que as empresas de Palmas não estão tendo incentivos, subsídio ou qualquer outro tipo de solução vindos do Poder Público para que consiga manter seus empregados. Tememos pelo futuro, temos medo do caos social ser inevitável”, disse.

Ranço

Para seus seguidores, a prefeita falou em “pegar ranço” e disse que tem sido alvo de “absurdas ameaças veladas, discursos infundados, manobras sorrateiras, um jogo sem fim”, pois muitos estão usando a “pandemia como pano de fundo é surreal, abominável”.

Confira:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here