De acordo com o vereador, o adicional de insalubridade deve ser estendido a todos os servidores: vigias, motoristas do Samu, assistentes administrativos, assistentes sociais, entre outros

Por meio de indicativo ao Executivo Municipal para encaminhamento em caráter de urgência de Projeto de Lei, o vereador Moisemar Marinho (PDT) solicitou, nesta quarta-feira, 03, a concessão de insalubridade aos servidores da Rede Municipal de Saúde de Palmas.

Segundo o parlamentar, atualmente, no âmbito do município de Palmas, apenas os profissionais como médicos, enfermeiros e técnicos, são protegidos com esse direito. “O que demonstra tamanha injustiça com os outros profissionais que também estão exercendo atividades igualmente insalubres, pois, têm ou podem ter contato com pacientes que estão acometidos de algum mal capaz de contagiá-los, bem como todos nessa cadeia de atendimento que estão sendo expostos ao risco à saúde”, justificou Moisemar.

+ Moisemar Marinho pede que igrejas e templos sejam enquadrados como atividades essenciais

De acordo com o vereador, o adicional de insalubridade deve ser estendido a todos os servidores: vigias, motoristas do Samu, assistentes administrativos, assistentes sociais, entre outros. “Esses profissionais, ainda que não amparados pelo instituto da Insalubridade e da Periculosidade, exercem atividades em franca exposição a agentes nocivos à saúde”, afirmou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here