De acordo com Erivelton, enquanto os locais que se encontram desativados e foram construídos com recursos públicos estão abandonados

O vereador Erivelton Santos (PV) reforçou a solicitação para que a Prefeitura de Palmas se mobilize e reative as Bases comunitárias de segurança. Conforme o parlamentar, os prédios abandonados, que pertencem ao município de Palmas, poderiam ser utilizados para instalação de Bases de apoio às mulheres, dos Conselhos Tutelares, CRAS, e promover políticas públicas sociais que atendam a comunidade, neste prédios.

+Vereador Erivelton debate as condições de moradia na pandemia ao curso de Arquitetura da ULBRA

De acordo com Erivelton, enquanto os locais que se encontram desativados e foram construídos com recursos públicos estão abandonados, a Prefeitura paga aluguel de prédios, como é feito com o Conselho Tutelar da região norte, “Se não há efetivo das forças de segurança para ocuparem as bases, ao invés de deixar o patrimônio público fechado, sofrendo deterioração, a Prefeitura deveria retomar essas bases para promover políticas sociais às mulheres, idosos, crianças, adolescentes e para Assistência Social. Na região norte, por exemplo, na quadra 503, até as grades das portas e janelas do prédio foram arrancadas”, defendeu.

Durante sessão ordinária de terça-feira, 23, o parlamentar apresentou a resposta da gestão, sobre o relatório produzido e enviado por sua equipe, em relação às Bases Comunitárias fechadas. Conforme o documento, a Prefeitura justificou que devido ao baixo efetivo da Guarda Metropolitana é inviável retomar as Bases. “Se falta efetivo na Guarda Metropolitana, a Prefeitura precisa agilizar o processo de realização do concurso público para esta categoria. Como membro da Comissão de Segurança Pública quero solicitar à Prefeitura que tenha atenção em relação ao certame, pois é um serviço indispensável para os cidadãos”, afirmou o parlamentar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here