Celeste é casada com Antonio Azevedo de Siqueira, de 83 anos. São 53 anos juntos, três filhos e seis netinhos. (Foto: Renata Paes)

Quando começou o isolamento social, a internet revelou a inquietude que pessoas da terceira idade enfrentam. Vídeos de idosos que pulavam o portão para sair de casa e até do “cata-velho”, carro semelhante a uma carrocinha, que os retirava das ruas, foram disseminados pelas redes sociais e viraram memes entre os jovens internautas.

Maria Celeste Lopes de Siqueira, de 71 anos, acompanhou tudo com humor. Até que um dia se questionou. “Será que os idosos estão gostando disso? Será que estão se sentindo discriminados, tristes e entediados, nesta quarentena, tanto quanto eu?”, indagou.

Foi aí que ela, com o apoio do genro, criou o canal no YouTube “Sou idosa, e daí?”. Os conteúdos são semanais e dão dicas de como aproveitar a quarentena com qualidade, sentir prazer em viver, diminuir a ansiedade e resgatar memórias da infância e juventude.

Preparação

Antes de cada gravação,  Celeste faz uma busca na internet para saber que assuntos podem ser interessantes à terceira idade. Ela, inclusive, convida especialistas na área da saúde para falar dos temas. O vídeo é editado por um profissional e ela conta com a ajuda do genro para publicar nas redes sociais.

“Quando os idosos assistem aos vídeos, me dizem que se emocionam. Comecei a fazer uma série chamada ‘Resgatando Memórias’. Nela falo como era o vovô e a vovó de antigamente e como eles são nos tempos atuais”, conta ela.

Veja no vídeo abaixo um dos momentos em que ela grava um vídeo para os idosos.

(Com Noticiaadventista)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here