Os manifestantes construíram fogueiras com bandeiras e Bíblias americanas no Oregon, em frente ao Tribunal Federal.

Os manifestantes do Black Lives Matter queimaram bandeiras e Bíblias americanas na noite de 31 de julho, provocando indignação quando as pilhagens e as violentas manifestações pareciam estar chegando ao fim depois de 65 dias.

Por mais de 60 dias, os manifestantes do Black Lives Matters entraram em conflito violento com agentes federais na cidade de Portland, Oregon, levando a confrontos com policiais que eles atacaram jogando fezes, alvejantes, tijolos ou baterias contra eles.

+ Jogador rejeita homenagem a movimento Black Lives Matter: ‘só me ajoelho diante de Deus’

Os protestos na noite de sexta-feira foram inicialmente mais pacíficos e pareciam marcar uma ruptura com o caos.

Mas logo após a meia-noite, os manifestantes foram pegos em vídeo usando o símbolo nacional dos Estados Unidos e a Bíblia como lenha para fogueiras acesas fora do Tribunal Federal , que tem sido um ponto focal de inquietação desde a morte de George Floyd.

“Ativistas de esquerda trazem uma pilha de Bíblias para queimar na frente do tribunal federal de Portland”, disse Ian Miles Cheong no Twitter no sábado. A publicação apresentava um vídeo mostrando manifestantes segurando cartazes “Black Lives Matter”, jogando com raiva as Bíblias em uma estaca.

(Com EvangelicalDigital)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here