O pastor Silas Malafaia foi alvo de uma representação criminal por transfobia após criticar campanha com Thammy Miranda. Malafaia que é presidente da Igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo (Advec) escreveu que “colocar uma mulher para fazer papel de homem no Dia dos Pais é “Uma afronta aos valores cristão”.

Malafaia publicou também um vídeo do vereador Alexandre Isquierdo (DEM-RJ), onde ele chama Thammy de “ela”, “garota propaganda”, “mulher” e afirma que a Natura está querendo “promover isso como figura paterna”. 

“Ela pode ter feito uma transformação hormonal, mudou a aparência, mutilou seu órgão genital, mas isso é um problema dela, é a vida dela. O que não pode é a Natura promover isso como uma figura paterna”, diz Alexandre no vídeo compartilhado por Malafaia. O pastor também afirmou que concorda com o vereador.

De acordo com a Aliança Nacional LGBTI+, que moveu a ação contra o pastor, trata-se de “uma sequência de declarações de ódio exaradas pelo representado que verdadeiramente afiam as facas daqueles que cometem crimes de sangue contra a população LGBTI brasileira”.

Com informações Guiame

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here