‘Há claramente uma má condução da prefeita da cidade nesta questão. O comando da gestão demonstra, infelizmente, incapacidade de conduzir a cidade neste momento de turbulência’, disparou

Pré-candidato a prefeito de Palmas pelo Podemos, Alan Barbiero disse, nesta quarta-feira, 26 de agosto, que a escalada de casos da Covid-19 e de mortes pela doença na Capital em agosto mesmo com a prefeitura ampliando significativamente os gastos para o combate ao novo coronavírus “é um atestado de ineficiência” do comando da gestão municipal.

Nestes 26 dias do mês, Palmas se transformou no novo epicentro da doença no Estado, contabilizando 11.434 infectados pela Covid-19. O aumento percentual registrado desde o dia 1° de agosto até esta quarta-feira é de 108%. Já o número de mortes também subiu de forma bruta, passando de 42 pessoas para 82 pessoas – 95% a mais.

“São percentuais altíssimos, praticamente o dobro dos registrados no mesmo período em Araguaína e também muito superiores à média estadual (veja quadros com números no final da matéria)”, pontuou Barbiero, ao ressaltar que dos R$ 29 milhões empenhados pela Prefeitura de Palmas para o combate a Covid-19, R$ 14,22 milhões são de agosto.

Mais uma vez, o pré-candidato lamentou a falta de ações estruturantes de combate à doença por parte da Capital. “Deixaram a coisa avançar muito para só aí se fazer um trabalho conjunto para construir hospital de campanha e ter uma unidade específica de tratamento de doentes da Covid-19. Há claramente uma má condução da prefeita da cidade nesta questão. O comando da gestão demonstra, infelizmente, incapacidade de conduzir a cidade neste momento de turbulência”, frisou o pré-candidato.

Aumento percentual de número de infectados pela Covid-19 em agosto

Palmas – 108%

Araguaína – 57%

Tocantins – 83%

Aumento percentual de número de mortes por Covid-19 em agosto

Palmas – 95%

Araguaína – 43%

Tocantins – 59%

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here