Prefeita de Palmas, Citnhia Ribeiro. Foto: Reprodução

A prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro, reuniu-se na manhã desta quinta-feira, 27, com o governador do Tocantins, Mauro Carlesse, e as equipes das secretarias de Saúde do Estado e do Município, para tratar de ações integradas de combate à Covid-19 na Capital. Durante o encontro, os gestores discutiram o esforço conjunto dos dois poderes frente à ampliação da oferta de leitos clínicos e de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusivos para Covid-19; o aumento na oferta de testes e de insumos hospitalares; além da parceria na oferta do atendimento de urgência e emergência no Centro de Especialidades Francisca Romana (Policlínica da Arno 31).

De acordo com a prefeita, a união das forças vem acrescentar em um momento delicado diante do cenário de avanço da pandemia na Capital. “Esse momento marca um verdadeiro divisor de águas para Palmas e, principalmente, para a gestão de saúde, tanto no estado, quanto no município. O fato de podermos apresentar para a população uma política pública efetiva de resultados é muito positivo.

Estamos saindo daqui com as equipes de saúde alinhadas para desenvolver esse trabalho de parceria, com a possibilidade de aumentar a oferta de leitos clínicos e de UTI, da aquisição de medicamentos que são específicos em uma área que o Município ainda não trabalhava, que é a média e alta complexidade hospitalar, e também não descartamos a perspectiva de montar uma estrutura de hospital, onde o Município e governo do Estado possam atuar em conjunto”, ressaltou a gestora.

Hoje, Palmas dispõe de 21 leitos de estabilização nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), e 36 leitos clínicos e cinco leitos de UTI requisitados em hospitais particulares, pagos com recursos do município, para atender aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). Outros 20 leitos de estabilização estão sendo instalados – com respiradores doados pelo Governo do Estado – na UPA Norte, além de tratativas com a rede privada para o credenciamento de dez leitos de UTI.

Na oportunidade, o governador ressaltou o papel da Capital no enfrentamento da pandemia e se comprometeu a ajudar no processo. “Nossa preocupação é com todo o Tocantins, porém, Palmas, por ser a capital, recebe gente de todo lugar e tem que atender a todos e não apenas a população do município. Por isso, convidei a prefeita Cinthia para oferecer nosso apoio e parceria. O que tivermos de equipamentos disponíveis vamos disponibilizar, assim como apoiar nos processos de aquisição de insumos e medicamentos para maior agilidade. Vamos sair dessa juntos”, disse.

Um documento deve ser encaminhado pela secretária Municipal da Saúde (Semus), Valéria Paranaguá, que também esteve na reunião, com informações sobre todas as necessidades da pasta, para a Secretaria de Estado da Saúde (SES-TO). Valéria reforçou ainda a necessidade do isolamento social, uso de máscara e medidas de higiene. “Todas essas medidas só funcionam se a população entender o tamanho do comprometimento da responsabilidade social que ela mesma tem”, destacou.

Urgência e emergência

A Prefeitura de Palmas está reorganizando a UPA Norte para atender exclusivamente casos suspeitos e confirmados da Covid-19. Os atendimentos de urgência e emergência não ligados à Covid serão redirecionados para o Centro de Especialidades Francisca Romana (Policlínica). “A UPA Norte está equipada com usina de oxigênio e suporte profissional para atender os casos de Covid-19, mas também não descartamos a possibilidade de aumentar leitos clínicos para o tratamento da doença na Policlínica”, esclareceu a prefeita.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here