A ideia é criar e adotar uma declaração pela qual estabelecem princípios básicos na questão da saúde da mulher, reafirmando a defesa da família e a rejeição ao aborto.  

Os governos do Brasil e dos Estados Unidos querem liderar uma aliança mundial contra a prática do aborto.

A ideia é criar e adotar uma declaração pela qual estabelecem princípios básicos na questão da saúde da mulher, reafirmando a defesa da família e a rejeição ao aborto.  

+ Governo Bolsonaro revoga portaria petista que facilitava o aborto

O documento pode ser adotado no dia 8, depois de meses de uma intensa aproximação do governo brasileiro com as alas mais conservadoras da gestão Donald Trump.

+ Black Lives Matter queima Bíblias e bandeiras dos EUA

Em discurso na Fundação Getúlio Varga (FGV) dez dias atrás, o embaixador americano no Brasil, Todd Chapman, fez referência ao projeto:

“Brasil e Estados Unidos estão conjuntamente patrocinando a Declaração do Consenso de Genebra para assegurar ganhos significativos de saúde e desenvolver para a mulher e defender a família.”

Procurado pela reportagem do portal UOL, o Itamaraty não se pronunciou até o momento.

(Com Renova Mídia)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here