Alan Barbiero e Ronaldo Dimas. Foto: Divulgação

Em convenção no sistema Drive-In, o Podemos oficializa, neste sábado, 5 de setembro, a partir das 18 horas, a candidatura do engenheiro agrônomo, professor, empresário, ex-deputado estadual e ex-reitor da UFT (Universidade Federal do Tocantins) Alan Barbiero, 53 anos, a prefeito de Palmas. Além dele, o partido irá indicar a odontóloga Micheline Cavalcante, 43 anos, como candidata a vice.

O evento, que será realizado no Estacionamento dos Jogos Mundiais Indígenas, às margens do lago do Ribeirão Taquaruçú Grande – próximo da ponte saída para o Bertaville e Jardim Aureny III, contará com a presença do presidente estadual do Podemos, Ronaldo Dimas.

+ Escalada da Covid-19 em Palmas é ‘atestado de ineficiência’, critica Alan Barbiero

A realização da convenção no sistema Drive-In foi a forma encontrada para garantir presença física dos filiados, apoiadores, simpatizantes e pré-candidatos com toda a segurança para a saúde dos participantes. No local, haverá um palco com telão, como em um cinema Drive-In, poucas pessoas e todos os demais vão poder participar do evento dentro dos seus carros. O estacionamento tem lugar para 500 veículos.

Além de Alan Barbiero e Micheline, serão apresentados e oficializados os 29 candidatos a vereador do partido. Quem não puder comparecer, acompanhará o ato político pelas redes sociais nos endereços: https://www.instagram.com/alanbarbiero/ e https://www.facebook.com/professoralanbarbiero.

“Decidimos fazer uma convenção inovadora. A pandemia nos obriga a praticar o distanciamento social. Com esse modelo, recuperamos um pouco do espírito do ato político e resgatamos a alegria de se fazer partícipe da história de Palmas”, ressalta Alan Barbiero, que também é o presidente do Podemos na Capital.

Já o presidente estadual do Podemos Ronaldo Dimas destaca que a convenção é o pontapé inicial da campanha. Ele afirma que o partido com certeza tem a pessoa mais preparada para assumir o comando da Prefeitura de Palmas e isso será mostrado no decorrer da campanha. “O partido tem um projeto sério para Palmas. Essa cidade pode fazer muito mais do que vem fazendo. O potencial da Capital é imenso e Alan Barbiero já mostrou o que pode fazer quando comanda uma gestão. Ele ajudou a criar a UFT, hoje uma das principais instituições do Tocantins e importante universidade do Brasil. Em Palmas, que já está estruturada, será muito mais fácil para ele desenvolver seu trabalho”, sustenta

Comparativos de gestão

O pré-candidato entende que a pandemia do novo coronavírus trouxe desafios imensos para Palmas. Para ele, a gestão municipal foi lenta demais para começar a viabilizar questões estruturais, a exemplo de novos leitos de UTI para doentes da Covid-19, enquanto outras cidades, que gastaram quantias semelhantes ou menores que Palmas viabilizaram a montagem de unidades específicas para tratar as pessoas infectadas. “Na gestão do Podemos de Araguaína, que empenhou R$ 16 milhões em gastos contra a Covid-19, foi viabilizado um hospital de campanha municipal, uma unidade específica para doentes da Covid-19 está sendo construído outro hospital que ficará de legado. Aqui, já se empenhou mais de R$ 29 milhões só via Secretaria Municipal de Saúde e nada disso foi feito. O próprio diálogo com o Estado para atacar o problema só veio a ocorrer recentemente. Está muito errado!”, frisa Alan Barbiero, que também pontua a inexistência de um planejamento e projetos para o enfrentar o pós-pandemia e retirar Palmas da crise econômica e social.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here