Sergei Torop, mais conhecido como Vissarion foi preso nesta terçar-feira na Sibéria

O líder de uma importante seita religiosa foi preso em uma parte remota da Sibéria pelas forças de segurança russas nesta terça-feira (22). Sergei Torop, conhecido por seus seguidores como Vissarion, afirma que é a reencarnação de Jesus Cristo e fundou a Igreja do Último Testamento em 1991.

Saiba+Na África, homem diz ser Jesus Cristo e engana até um pastor

Torop, Vadim Redkin e Vladimir Vedernikov – outros dois líderes do grupo – são  suspeitos ​​de extorquir dinheiro e de causar danos físicos e psicológicos a seus seguidores. “Eles usaram o dinheiro [de seus seguidores] e também usaram de violência psicológica contra eles”, disse uma porta-voz do Comitê de Investigações da Rússia à mídia estatal.

Torop, um ex-policial de trânsito de 59 anos, atraiu milhares de seguidores desde a fundação da igreja, logo após a dissolução da União Soviética. Alguns acreditam que ele é a reencarnação do Filho de Deus.

Os membros fundaram um assentamento, conhecido como Cidade do Sol, na região de Kuraga, na Sibéria, em 1995. Em 2000, o Ministério da Justiça da Rússia afirmou que o grupo tinha mais de 10 mil seguidores em todo o mundo.

Entre as rígidas regras da seita, está proibido fumar, beber ou mexer com dinheiro, além de se viver apenas com subsistência básica. Os fiéis também não devem consumir carne, café, chá, açúcar, pão com fermento e produtos de trigo.

O grupo combina elementos da Igreja Ortodoxa Russa com temas de reencarnação, bem como preparativos para um apocalipse iminente.

Fonte: Último segundo IG

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here