Ele estava a caminho da igreja, onde prega a Palavra de Deus, e se deparou com um homem no viaduto, pronto para se jogar. Saiba mais

Na última quinta-feira (24), enquanto passava pelo viaduto, na avenida Alceu Damião Peixoto, na cidade de Jundiaí, interior de São Paulo, o pastor da Igreja Universal, na sede regional do bairro Retiro, Cristiano Silva, de 39 anos, notou algo anormal. 

Ele estava a caminho da igreja, quando notou que um homem, de 36 anos, estava na grade do viaduto, olhando fixamente para baixo e decidido a pular para tirar sua vida. Vendo a cena, o pastor não pensou duas vezes. Parou o carro e foi até onde o rapaz estava. 

+ Ministro das Relações Exteriores elogia trabalho da Igreja Universal

“No momento em que estava trafegando por aquela ponte, eu o vi de longe parado com olhar fixo para baixo, então diminui a velocidade e abri o vidro. Quando me aproximei, o vi colocando uma das pernas sobre o guarda-corpo, então acelerei e fiz um retorno rápido”, lembra o pastor. 

O homem faz uso de medicamentos, tem enfrentado problemas familiares e estava abalado com o fim de um relacionamento. 

“Ele ficou bem surpreso, mas estava muito revoltado e disse: ‘se você for Deus, quem sabe, mas acho que não, porque nem Deus se preocupa comigo e continuo não tendo ninguém por mim, as pessoas me odeiam, não tem o porquê continuar vivo’”, relata o pastor Cristiano. 

Aos poucos, o pastor se aproximava do rapaz e falava do Senhor Jesus. “Cheguei bem perto, olhei para baixo com ele e disse: ‘pensa comigo, se você se jogasse daqui agora, todos os seus problemas iriam se acabar ou começaria o maior de todos os sofrimentos? Por que não me deixa te ajudar?’”, disse.

Depois de alguns minutos de conversa, o homem, então, decidiu não se jogar do viaduto. “Há 20 anos, faço esse trabalho de ganhar almas e ajudar pessoas, em toda e qualquer situação. Quando tenho a oportunidade de intervir em um momento crucial e impedir que a pessoa perca a salvação ficamos infinitamente grato e feliz”, completou o pastor, que se comprometeu em seguir acompanhando e prestando auxílio ao homem. 

Projeto Help

A Universal mantém ativo um grupo especial para cuidar de pessoas com desejos de suicídio pelo Brasil.  O “Help”, braço da Força Jovem Universal, está presente em todo o território nacional.

Os voluntários do projeto atuam em viadutos, praças, avenidas e, especialmente, pela internet, onde atendem 24h por dia aqueles que desejam se suicidar. Clique aqui e saiba mais sobre o projeto. 

(Com IURD/Rafaela Dias / Foto: Cedida)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here