Redação JM Notícia

Atualmente, no Brasil há 10 milhões de pessoas surdas, das quais 2,7 milhões não escutam absolutamente nada, garantem os dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE). Porém, a estimativa da Organização Mundial da Saúde (OMS) é que, até 2050, mais 900 milhões de pessoas desenvolvam algum tipo de surdez no mundo.

Nesse contexto, a Portas Abertas tem trabalhado para tornar o material sobre a Igreja Perseguida mais acessível para os irmãos e irmãs surdos. Uma das iniciativas é o lançamento da Live Solidária #UmcomEles em língua brasileira de sinais (Libras). O evento está programado para acontecer no dia 17 de outubro, às 19 horas, no Facebook.

Todas as participações musicais de Zé Bruno, Mauro Henrique, Rodrigo Soeiro, Alexandre Magnani, Rachel Novaes, Netto, Júlio Filho, Amanda Rodrigues, Eyshila, Jéssica Augusto, Gabriel Guedes, André Aquino, Thiago Grulha, Gerson Borges, Fábio Sampaio e Baruk estarão traduzidas simultaneamente para Libras.

Os testemunhos de cristãos perseguidos, lidos por Davi Lago, Thiago Grulha, Marcos Davi, Rebeca Nemer e André Saldiba também estarão acessíveis a todos as pessoas que entendem a linguagem. Assim como a reflexão feita pelo Rev. Hernandes Dias Lopes e a oração do pastor Adhemar de Campos. Até o momento, a Live Solidária #UmcomEles teve mais de 35 mil visualizações no Youtube.

Abençoe os cristãos perseguidos

O objetivo da Portas Abertas ao promover o evento virtual foi conscientizar os cristãos brasileiros sobre a situação da Igreja Perseguida durante a pandemia de COVID-19. A situação de centenas de seguidores de Jesus piorou na quarentena, muitos foram excluídos da ajuda governamental e de outras organizações por terem a fé em Jesus. Ore e colabore para manter a Igreja Perseguida viva. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here