Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Tocantins

A líderes religiosos, Cinthia Ribeiro pede unidade na luta contra o coronavírus

Publicado

em

Prefeita durante evento evangélico. Foto: Reprodução

A prefeita de Palmas Cinthia Ribeiro se reuniu na tarde desta quarta-feira, 18, com líderes religiosos para pedir unidade nas ações da luta contra o novo Coronavírus (Covid-19). A reunião contou com a presença dos membros do Centro de Operações de Emergência em Saúde (COE), que propuseram em conjunto medidas a serem adotadas pelas igrejas junto a seus fiéis no sentido de orientar e prevenir a contaminação e proliferação do vírus.

A gestora explicou que este é um momento de união. “Infelizmente não conseguimos nos reunir com todos os segmentos para tomarmos as medidas necessárias e urgentes que iremos publicar hoje. Vivenciamos algo muito atípico para qualquer gestor, mas estamos imbuídos que a população de Palmas respeite a recomendação de manter o isolamento. Só assim conseguiremos conter o vírus. Lembrando que obedecer ao isolamento é um ato de amor e respeito ao próximo”.

A Arquidiocese de Palmas já havia divulgado uma nota com várias recomendações no sentido de prevenção e medidas que foram adotadas para higienização das igrejas. Durante a reunião, o padre Eduardo Zanom, da Catedral Divino Espírito, que no final de semana reúne quatro mil fiéis, se comprometeu em prevenções mais rigorosas, diante da primeira constatação de pessoa infectada pelo novo vírus em Palmas. “Precisamos pensar em um plano de evangelização que dê aos nossos fiéis a segurança necessária e, ao mesmo tempo, o conforto espiritual que precisa ser vivenciado nesse momento”.

O presidente da Convenção das Assembleias de Deus Ministério de Madureira no Tocantins, pastor Amarildo Martins, mostrou sua preocupação e se mostrou comprometido nas ações de conter o vírus. “A minha fé acredita que o sangue de Jesus está nos umbrais das nossas portas e mal algum chegará. Mas essa é a minha fé, não posso obrigar ou exigir que outros tenham a mesma fé”.

Também participou da reunião o representante da Ordem dos Ministros Evangélicos de Palmas, o pastor Carlos Roberto Lopes, da Igreja Casa da Benção. “As igrejas precisam se mobilizar e os pastores estarão comunicando às suas congregações as medidas a serem adotadas. Esse é um momento de cooperação, o perigo de contágio é real, e todos precisam se proteger”, finalizou assegurando que medidas de segurança serão tomadas pelas igrejas.

https://www.jmnoticia.com.br/2020/03/18/coronavirus-prefeitura-suspende-atividades-religiosas-na-capital/

PUBLICIDADE

Últimas notícias

Brasil/Mundo1 hora atrás

Moraes determina prisão preventiva e extradição de Allan dos Santos

Blogueiro bolsonarista é alvo do inquérito que apura a divulgação de notícias falsas

Brasil/Mundo2 horas atrás

Covid-19: 20 milhões de brasileiros estão com a segunda dose da vacina atrasada

Índice de pessoas completamente vacinadas contra a doença já teria passado dos 80% do público-alvo, caso não houvesse atraso na...

Brasil/Mundo24 horas atrás

Governo Federal anuncia o Auxílio Brasil de R$ 400 até o final de 2022

O número de beneficiários será ampliado em relação ao Bolsa Família e deve chegar a 16,9 milhões de famílias

Brasil/Mundo2 dias atrás

Inscrições para cursos gratuitos do Google encerram nessa sexta (22/10)

As capacitações são na área de tecnologia e começam nesse ano

Brasil/Mundo2 dias atrás

Censura: Instagram retira ‘recurso de links’ de perfis conservadores

Internautas falam de perseguição política e tentativa de censura

Brasil/Mundo3 dias atrás

Lego anuncia brinquedos sem gênero para influenciar crianças “contra o preconceito”

Para a marca, acabar com o “estereótipos nocivos” vai ajudar as crianças a não serem preconceituosas

Brasil/Mundo3 dias atrás

Por reclamarem de banheiro coletivo unissex, Joana Prado e Vitor Belford perdem patronício

A empresa foi pressionada por internautas para romper contrato com o casal; usuários da rede alegam de "transfobia"

Brasil/Mundo4 dias atrás

Pesquisa aponta profissão de professor como a mais confiável entre a população

Foram ouvidos de 19 mil entrevistados com idades entre 16 e 74 anos em diferentes países

Publicidade