Conecte-se conosco

Brasil/Mundo

Ações na Justiça do Trabalho sofrerão grandes mudanças após a reforma trabalhista

Publicado

em

Da Redação JM Notícia

A nova lei trabalhista entra em vigor no mês de novembro, trazendo uma série de mudanças que irão impactar a vida do trabalhador brasileiro. Uma delas é sobre mover ação trabalhar contra o empregador, processo que passa a ficar mais caro para o empregado. 

As mudanças impõem o pagamento de custas processuais nos casos onde o empregado se ausente das audiências, além de cobrar os honorários dos advogados da parte vencedora e de provas periciais, caso perca a ação. 

Se o autor do processo faltar na audiência inicial ou na audiência de instrução, ele terá que pagar 2% da ação, desde que o valor seja mais que R$ 10,64 e menor que R$ 5.531,31. Até quem utiliza a justiça gratuita tem que honrar este pagamento. 

Já para os casos de perda de ação, o empregado terá que pagar 5% e 15% do valor da sentença para os advogados da parte vencedora, que são os chamados honorários de sucumbência. 

A mudança mais significativa tenta impedir as ações trabalhistas improcedentes, que são os casos onde o empregado alega situações que não ocorreram para tirar vantagem da empregadora. Se o juiz entender que o autor do processo agiu de má-fé, ele poderá ser multado e condenado a indenizar a empresa. 

Antes dessas mudanças, o risco financeiro para o autor do processo não existia. Ainda que ele perdesse a ação, ele não teria custos previstos no processo. 

Em casos de processos ganhos por danos morais, há uma nova regra: a indenização por ofensas graves cometidas pelo empregador deverá ser de no máximo 50 vezes o último salário contratual do trabalhador. 

Sobre o valor da ação trabalhista, o advogado terá que especificar o valor da causa, definindo exatamente o que ele está pedindo na ação. O total da causa deverá corresponder ao somatório desses pedidos, sob pena de o processo ser arquivado. 

AGROTINS 2021

Últimas notícias

Brasil/Mundo3 horas atrás

Estão abertas as inscrições para a 24ª edição do Prêmio Educador Nota 10

Neste ano, serão escolhidos 10 docentes como ganhadores

Brasil/Mundo6 horas atrás

Hungria apresenta lei que proíbe a promoção da homossexualidade para menores de 18 anos

O país tem adotado ações para proteger os valores tradicionais e a herança da nação de maioria cristã do ativismo...

Brasil/Mundo1 dia atrás

Bolsonaro diz que vai vetar ‘passaporte sanitário’ para vacinados contra a Covid

Texto foi aprovado no Senado e seguirá para a Câmara dos Deputados

Brasil/Mundo3 dias atrás

Levantadora de pesos diz que a presença de atletas trans tornará o jogo olímpico “injusto”

Laurel Hubbard já competia nos campeonatos masculinos até que em 2013 se tornou mulher trans

Brasil/Mundo3 dias atrás

PM de Alagoas exonera subcomandante que defende Bolsonaro e ataca opositores nas redes sociais

Um dia após a exoneração, o militar publicou uma foto no Facebook e escreveu: "Entre o louco e o corrupto,...

Brasil/Mundo3 dias atrás

Benjamin Netanyahu deixa o cargo de primeiro-ministro de Israel

Novo premiê foi eleito pelo parlamento israelense após acordos políticos

Brasil/Mundo3 dias atrás

Biden hasteia a bandeira LGBT na embaixada dos EUA no Vaticano e é criticado

Entre os críticos está o pastor Franklin Graham que entendeu a decisão como um desrespeito ao simbolismo religioso do Vaticano

Brasil/Mundo3 dias atrás

Mandato de Benjamin Netanyahu chega ao fim em Israel

É a primeira vez que o partido árabe Ra’am fará parte oficialmente do governo, que terá apoio de uma coalização...

Brasil/Mundo3 dias atrás

Doria cumpre o que prometeu e multa Bolsonaro por andar sem máscara em ‘motociata’

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, também foram multados

Brasil/Mundo6 dias atrás

Vídeo: Pastor Wellington Júnior recebe forte profecia de que irá enfrentar muitos levantes

"Agora esse é o momento meu filho, em que tu às de assumir muitas responsabilidade na minha obra", disse a...