Conecte-se conosco

Política

Amastha acusa prefeitura de Palmas de inércia diante dos refugiados venezuelanos

Publicado

em

Da redação JM

Carlos Amastha critica sucessora diante do tratamento da prefeitura ao caso dos venezuelanos em Palmas. Foto: Reprodução

Sem ter onde ficar, cerca de 50 venezuelanos que chegaram a Palmas há alguns dias montaram acampamento na rodoviária, região sul da capital. No terminal, crianças e adultos indígenas estenderam lençóis no chão para passar a noite. Durante a manhã, eles vagam pelas ruas para pedir comida e procurar trabalho.

+ Amastha apresenta nomes que poderão ter seu apoio em Palmas

O ex-prefeito de Palmas, Carlos Amastha, aproveitou o caso para criticar a gestão da prefeita de Cinthia Ribeiro. Para Amastha, falta humanidade à gestão palmense para tratar esse problema.

A prefeitura tem instrumentos para aliviar essa dor. Não dá para esperar muito né, porque o que estão fazendo com os palmenses, imagine com os irmãos de outros países“, disparou.

https://www.instagram.com/p/B5QCjrEl_3l/?utm_source=ig_web_copy_link

Prefeitura

Na última quarta-feira (20), várias entidades federais, estaduais, municipais e organizações civis se reuniram no Ministério Público Federal para mobilizar uma força-tarefa em prol das sete famílias refugiadas na cidade.

Um levantamento da prefeitura apontou que são cerca de 50 pessoas que buscam em Palmas o refúgio da crise política e econômica na Venezuela.

O representante dos povos indígenas disse que eles já passaram por vários estados do Brasil, como Amazonas, Pará, Maranhão e Goiás, e até o momento não conseguiram se estabelecer, e pedem condições para poderem trabalhar e colocar suas crianças nas escolas.

O trabalho de ajuda é difícil por se tratar de refugiados indígenas, que têm referências diferentes dos brasileiros, segundo a secretária municipal de Desenvolvimento Social, Valquíria Rezende. “As providências estão sendo tomadas. A preocupação da prefeitura é quanto ao respeito a etnia, por isso, esse serviço de abordagem deve ser cauteloso na condução de resultados”.

A prefeitura informou que a Secretaria Municipal de Saúde iniciou a vacinação dos imigrantes, mas alguns não aceitam ser vacinados. Valquíria destacou que os refugiados têm direitos e deveres, e dentre os deveres é serem vacinados e respeitar as leis brasileiras.

PUBLICIDADE

Últimas notícias

Brasil/Mundo52 minutos atrás

Sisu 2021.2: inscrições começam nessa terça (03)

Programa disponibiliza vagas de graduação em universidades públicas

Brasil/Mundo6 horas atrás

Manifestação pelo voto impresso lota Avenida Paulista

O deputado federal Eduardo Bolsonaro esteve no evento e falou ssobre a perseguição política contra conservadores; Assista

Brasil/Mundo3 dias atrás

ANAJURE defende liberdade do colégio batista notificado por vídeo contra a ideologia de gênero

"O vídeo em questão, ainda que expresse discordância quanto às teorias de gênero, não estimula qualquer conduta discriminatória", diz a...

Brasil/Mundo3 dias atrás

Livro infantil enfrenta a ideologia de gênero: “Elefantes não são pássaros”

"O livro é uma repreensão absoluta à aceitação da transexualidade e ao número crescente de jovens que se identificam como...

Brasil/Mundo3 dias atrás

Cursos profissionalizantes são aliados na busca pelo emprego

Evento on-line e gratuito vai debater a educação profissionalizante

Brasil/Mundo4 dias atrás

Pandemia afetou o comportamento de responsáveis por crianças de até três anos em famílias de classe D

Isolamento e crise financeira trouxeram efeitos perversos da desigualdade nas classes mais baixas

Brasil/Mundo4 dias atrás

Bolsa Família pode ter reajuste de 50% ou mais, diz ministro

Valores passarão a ser pagos a partir de novembro

Brasil/Mundo4 dias atrás

“O povo vai reagir em 2022 se não tivermos uma eleição democrática”, diz Bolsonaro

O presidente tem defendido a aprovação do projeto de lei pelo voto impresso auditável

Brasil/Mundo5 dias atrás

Lei do Superendividamento favorece negociação e cobrança humanizada

Início das multas no contexto da Lei Geral de Proteção de Dados também deve frear a oferta de crédito a...

Brasil/Mundo5 dias atrás

Brasil ultrapassa marca de 60% da população vacinada com primeira dose contra Covid-19

São mais de 96 milhões de pessoas, das 160 milhões com mais de 18 anos, que receberam a primeira dose...