Conecte-se conosco

Brasil/Mundo

ANAJURE protocola Memoriais no STF em Ação que questiona suspensão de atividades religiosas em SP

A Associação de Juristas chama a atenção do STF pelos casos de violação à liberdade religiosa durante a pandemia

Avatar

Publicado

em

Redação JM Notícia

Na tarde desta terça-feira (06), a ANAJURE protocolou Memoriais no Supremo Tribunal Federal (STF) no âmbito da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 811, na qualidade de Amicus Curiae. Essa ADPF foi proposta pelo Partido Social Democrático (PSD) e questiona a constitucionalidade do art. 2º, inciso II, alínea ‘a’, do Decreto n. 65.563/2021, do Estado de São Paulo, que vedou integralmente a realização de cultos, missas e outras atividades religiosas coletivas como medida de enfrentamento da pandemia da Covid-19.

A ANAJURE reconhece que a pandemia do coronavírus trouxe uma série de desafios relacionados aos direitos fundamentais, e que, para conter o avanço da doença, é necessário seguir protocolos e medidas sanitárias. Contudo, uma restrição absoluta à realização de atividades religiosas mostra-se desproporcional e contrária às disposições constitucionais e de tratados internacionais de direitos humanos. Sobre isso, cabe ao Poder Público buscar harmonizar o dever de atenção às medidas sanitárias e a proteção da liberdade de culto.

Em contextos locais onde se observa um quadro de saúde pública mais delicado, a ANAJURE recomenda às igrejas, como tem feito desde o início da pandemia, que suspendam temporariamente a realização de atividades coletivas presenciais até que haja uma melhora no quadro de ocupação das UTIs e seja possível, então, uma retomada gradual. Essa deliberação, contudo, deve vir da liderança da própria igreja, recorrendo sempre ao bom senso e dever de cuidado ao próximo, e não do Poder Público.

O documento discorre ainda que, além de a liberdade religiosa constituir-se num direito fundamental, o papel insubstituível que os atores religiosos e comunidades de fé desempenham na sociedade, especialmente em contextos de calamidade e desastres, fato reconhecido até mesmo pela OMS, torna qualquer decisão de fechar ou proibir o funcionamento dessas organizações não apenas uma medida inconstitucional, mas que não valoriza a dimensão da espiritualidade dos seres humanos em sua completude.

A ANAJURE também aponta que a amplitude dos limites estabelecidos pelo Poder Público tem sido objeto de debates e decisões em outras jurisdições, as quais podem lançar luz ao contexto brasileiro. Assim, menciona decisões judiciais recentes provenientes da Escócia, França e Chile, que permitiram a realização de cerimônias religiosas sob observância de medidas preventivas de saúde. Essa via menos restritiva melhor se amolda às exigências do princípio da proporcionalidade, evitando uma supressão total do livre exercício de cultos, ao passo que contempla as exigências de cuidados que a pandemia exige.

Outro ponto importante para o qual a ANAJURE chama a atenção do Supremo Tribunal Federal é relativo aos casos de violação à liberdade religiosa durante a pandemia, conforme denunciados pela sociedade e catalogados no Observatório ANAJURE das Liberdades Civis Fundamentais. Até o momento, foram analisadas cerca de 50 denúncias, em todas as regiões do país. Espera-se que o Tribunal tenha tais abusos em consideração, e delibere sobre critérios e parâmetros que devem ser observados pelos entes federativos para resguardar a liberdade religiosa.

Lembramos ainda que o Decreto em questão na ADPF 811 também chegou a ser um dos casos que recebeu parecer do Observatório [leia mais AQUI] e para o qual o coordenador estadual da entidade em SP, Dr. Igor Pacheco, buscou diálogo local com o Governo, sem retorno até o momento.

Por fim, como já mencionado na presente matéria e acreditamos ser o caso do Estado de São Paulo, recomendamos haver, voluntariamente, suspensão de atividades coletivas presenciais, devido ao quadro local da pandemia estar agravado. Nesse sentido, lamentamos o fato do Brasil alcançar hoje a marca diária de 4.195 mortes, com a maioria delas em SP. Estamos em oração pelos enlutados e destacamos que as comunidades de fé estão de coração aberto para acolher e chorar com os que choram.

Publicidade

Últimas notícias

Brasil/Mundo3 horas atrás

Prefeitura de Sobral (CE) muda faixas de pedestre nas cores da bandeira LGBT

O secretário do Trânsito e Transporte, Kaio Dutra, destacou que o projeto, além de tornar a cidade mais bonita, também...

Brasil/Mundo3 horas atrás

Em discurso na Cúpula do Clima, Bolsonaro garante reduzir emissões de carbono em 40% até 2030

Bolsonaro participou por videoconferência, do Palácio do Planalto, e foi o 20º líder a discursar.

Brasil/Mundo6 horas atrás

Bolsonaro discursa na Cúpula do Clima juntamente com outros líderes mundiais

Bolsonaro faz parte de um grupo de 40 chefes de Estado e de governo, além de outras autoridades

Brasil/Mundo7 horas atrás

ABME lança Curso de Jornalismo Empresarial em plataforma EAD

Com mais de 300 alunos formados em suas edições presenciais, o Curso de Jornalismo Empresarial da ABME é uma excelente...

Brasil/Mundo8 horas atrás

Com câncer, prefeito de São Paulo piora e tem acúmulo de líquido no pulmão e abdômen

Foram descobertos novos focos de metástase em Bruno Covas, na região cárdia, no fígado e ossos

Brasil/Mundo9 horas atrás

Alexandre de Moraes anula decisão da Lava Jato RJ contra Michel Temer e Moreira Franco

Decisão segue o mesmo entendimento que fez as condenações do ex-presidente Lula serem anuladas

Brasil/Mundo1 dia atrás

Movimento Acorda Senado luta pela CPI da Covid e contra as decisões monocráticas do STF

Grupo pede um presidente isento para investigar a gestão da pandemia no país e faz outras reivindicações

Brasil/Mundo1 dia atrás

5 cuidados com a higiene bucal que a pandemia trouxe

Cuidando da saúde e fazendo isolamento social, usando máscara e álcool em gel é possível reduzir riscos de contágio

Brasil/Mundo1 dia atrás

Bolsonaro veta projeto que poderia prolongar o tempo de espera para adoção de crianças

Projeto dificultaria a adoção de crianças por prolongar as tentativas de reintegra-las em suas próprias famílias

Brasil/Mundo1 dia atrás

Mandetta pode ser o primeiro a ser ouvido na CPI da Covid-19

Aziz pretende convocar também todos os outros ministros que passaram pela Pasta

Publicidade