Conecte-se conosco

Brasil/Mundo

Assembleia Legislativa aprova decreto de calamidade pública de Palmas

Avatar

Publicado

em

O documento possibilita ao poder executivo municipal a suspensão de medidas de ajuste nas contas públicas

A Assembleia Legislativa aprovou o decreto de calamidade pública do município de Palmas na sessão plenária desta segunda-feira, 06. O documento possibilita ao poder executivo municipal a suspensão de medidas de ajuste nas contas públicas, para que seja possível aumentar gastos, desde que reconhecido pelo Congresso Nacional. Assim como adquirir bens, serviços e insumos de saúde, destinados ao enfrentamento das emergências de saúde pública, com as respectivas dispensas de licitações, conforme previsão descrita na lei complementar nº. 101/2000, art. 65.

Decretos de calamidade pública de outros 48 municípios também foram debatidos, porém a Casa de Leis aguarda a documentação necessária para dar continuidade à análise. Para Valderez.

A deputada estadual, Valderez Castelo Branco (Progressistas) votou favorável ao decreto.

Para Valderez, as medidas tomadas pelos agentes públicos tem o objetivo de flexibilizar os recursos para o atendimento da população. “É preciso resguardar nossa gente e trabalhar na prevenção de tragédias e, assim evitar colapso do Sistema Único de Saúde (SUS). Por isso, temos atuado todos os dias, no sentido de colaborar com gestores e municípios durante esta crise”, declarou.

Com a aprovação da calamidade será possível manter ou até aumentar o nível de gastos, mesmo que haja queda nas receitas, como é esperado por conta da crise do coronavírus.

Em uma situação de normalidade, a LRF obriga o governo a bloquear gastos em até 30 dias após o final de cada bimestre se houver expectativa de frustração de receita ou aumento de gastos.

No caso de estados e municípios, a decretação do estado de calamidade também permite suspender ajustes no endividamento e no gasto com pessoal quando esses estiverem acima do limite.

(Com informações de Eduardo Cucolo)

Publicidade

Últimas notícias

Brasil/Mundo13 horas atrás

Prefeitura de Sobral (CE) muda faixas de pedestre nas cores da bandeira LGBT

O secretário do Trânsito e Transporte, Kaio Dutra, destacou que o projeto, além de tornar a cidade mais bonita, também...

Brasil/Mundo13 horas atrás

Em discurso na Cúpula do Clima, Bolsonaro garante reduzir emissões de carbono em 40% até 2030

Bolsonaro participou por videoconferência, do Palácio do Planalto, e foi o 20º líder a discursar.

Brasil/Mundo15 horas atrás

Estado Islâmico filma morte de cristão que financiou abertura de igreja no Egito

Grupo terrorista ameaçou manter todos os seguidores de Cristo daquele país

Brasil/Mundo15 horas atrás

Bolsonaro discursa na Cúpula do Clima juntamente com outros líderes mundiais

Bolsonaro faz parte de um grupo de 40 chefes de Estado e de governo, além de outras autoridades

Brasil/Mundo16 horas atrás

ABME lança Curso de Jornalismo Empresarial em plataforma EAD

Com mais de 300 alunos formados em suas edições presenciais, o Curso de Jornalismo Empresarial da ABME é uma excelente...

Brasil/Mundo17 horas atrás

Com câncer, prefeito de São Paulo piora e tem acúmulo de líquido no pulmão e abdômen

Foram descobertos novos focos de metástase em Bruno Covas, na região cárdia, no fígado e ossos

Brasil/Mundo18 horas atrás

Alexandre de Moraes anula decisão da Lava Jato RJ contra Michel Temer e Moreira Franco

Decisão segue o mesmo entendimento que fez as condenações do ex-presidente Lula serem anuladas

Brasil/Mundo2 dias atrás

Movimento Acorda Senado luta pela CPI da Covid e contra as decisões monocráticas do STF

Grupo pede um presidente isento para investigar a gestão da pandemia no país e faz outras reivindicações

Brasil/Mundo2 dias atrás

5 cuidados com a higiene bucal que a pandemia trouxe

Cuidando da saúde e fazendo isolamento social, usando máscara e álcool em gel é possível reduzir riscos de contágio

Brasil/Mundo2 dias atrás

Bolsonaro veta projeto que poderia prolongar o tempo de espera para adoção de crianças

Projeto dificultaria a adoção de crianças por prolongar as tentativas de reintegra-las em suas próprias famílias

Publicidade