Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Tocantins

Ataídes propõe audiência pública no Senado sobre fim da internet ilimitada e critica ameaça a direitos do consumidor

Publicado

em

senador-ataides-oliveira-0403

“O Brasil já tem mais de 95 milhões de internautas, que têm seus direitos agora ameaçados pelo novo modelo de prestação de serviços normatizado pela Anatel”, alertou o presidente do PSDB/TO.

O senador Ataídes Oliveira quer colocar em debate no Congresso Nacional o fim da internet ilimitada no Brasil, uma polêmica que vem agitando as redes sociais, especialistas e entidades de defesa do consumidor. Ele apresentou à Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor, Fiscalização e Controle do Senado requerimento para uma audiência pública com representantes da Anatel, do Conselho Gestor da Internet no Brasil, da Ordem dos Advogados do Brasil e do Instituto de Entidades de Defesa do Consumidor, entre outras autoridades.

 “O Brasil já tem mais de 95 milhões de internautas, que têm seus direitos agora ameaçados pelo novo modelo de prestação de serviços normatizado pela Anatel”, alertou o presidente do PSDB/TO. A agência reguladora já editou resolução estabelecendo condições para que as operadoras fixem sistema de franquia de consumo, ou seja, estabeleçam limites de navegação para consumidores. Ultrapassado o limite contratado pelos clientes, as empresas poderão restringir a velocidade da internet, suspender serviços ou cobrar excedente.

 Netflix

Ataídes lembrou que a própria OAB já se posicionou contra o novo sistema e que seu presidente, Cláudio Lamarchia, chegou a dizer que é inaceitável que uma entidade pública destinada a defender os consumidores opte por normatizar meios para que eles sejam prejudicados pelas operadoras telefônicas.

O senador destacou, ainda, que entidades de defesa do consumidor vêm alertando que as empresas querem, na verdade, forçar os usuários a reduzir o uso de serviços de streaming, como Netflix, que consomem muitos dados e reduzem o lucro das operadoras.

Já existe uma Ação Civil Pública em andamento contra os maiores provedores de internet do Brasil, com o objetivo de proibir a fixação de limite de tráfego de dados nos serviços de banda larga fixa.

PUBLICIDADE

Últimas notícias

Brasil/Mundo22 minutos atrás

Moraes determina prisão preventiva e extradição de Allan dos Santos

Blogueiro bolsonarista é alvo do inquérito que apura a divulgação de notícias falsas

Brasil/Mundo2 horas atrás

Covid-19: 20 milhões de brasileiros estão com a segunda dose da vacina atrasada

Índice de pessoas completamente vacinadas contra a doença já teria passado dos 80% do público-alvo, caso não houvesse atraso na...

Brasil/Mundo23 horas atrás

Governo Federal anuncia o Auxílio Brasil de R$ 400 até o final de 2022

O número de beneficiários será ampliado em relação ao Bolsa Família e deve chegar a 16,9 milhões de famílias

Brasil/Mundo2 dias atrás

Inscrições para cursos gratuitos do Google encerram nessa sexta (22/10)

As capacitações são na área de tecnologia e começam nesse ano

Brasil/Mundo2 dias atrás

Censura: Instagram retira ‘recurso de links’ de perfis conservadores

Internautas falam de perseguição política e tentativa de censura

Brasil/Mundo3 dias atrás

Lego anuncia brinquedos sem gênero para influenciar crianças “contra o preconceito”

Para a marca, acabar com o “estereótipos nocivos” vai ajudar as crianças a não serem preconceituosas

Brasil/Mundo3 dias atrás

Por reclamarem de banheiro coletivo unissex, Joana Prado e Vitor Belford perdem patronício

A empresa foi pressionada por internautas para romper contrato com o casal; usuários da rede alegam de "transfobia"

Brasil/Mundo4 dias atrás

Pesquisa aponta profissão de professor como a mais confiável entre a população

Foram ouvidos de 19 mil entrevistados com idades entre 16 e 74 anos em diferentes países

Publicidade