Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Mundo Cristão

Avivamento toma conta do norte da África

Publicado

em

cristaos-africanos

(Divulgação Gospel Prime) Cristãos africanos.

Um avivamento está tomando conta do extremo norte da África. Acredita-se que desde o surgimento do islamismo a região não via tantas pessoas confessando sua fé em Jesus.

A CBN mostrou cenas gravadas pelo cineasta cristão Tino Qahoush, que voltou de uma viagem pela região. “O que Deus está fazendo na África do Norte, da Mauritânia até a Líbia é algo sem precedentes na história das missões”, disse.

Qahoush passou anos viajando e captando imagens que serão reunidas em um documentário. “Tive o privilégio de gravar depoimentos e ouvir histórias de homens e mulheres de todas as idades… Eles viveram a presença de Deus de modo real… Alguns contam histórias de como conversaram com ele, não apenas com uma luz que aparece”, comemora.

Especialistas em missões afirmam há mais de uma década que ocorre um profundo mover de Deus em nações predominantemente muçulmanas como Mauritânia, Saara Ocidental, Marrocos, Argélia, Líbia e Tunísia.

O cineasta afirma: “Às vezes eu sinto inveja de como Jesus visita o mundo muçulmano neste momento. Já não ouvimos falar disso nas comunidades tradicionalmente cristãs”.

Os números indicam que o crescimento do cristianismo, especialmente nos últimos 20 anos tem sido sem precedentes. O mais evidente é a mudança na Argélia. O pastor Salah disse no vídeo que nunca pensou que a igreja argelina iria crescer muito. Ele vive e trabalha em um país onde 99% da população é muçulmana.

Atualmente, ele pastoreia uma igreja de 1.200 pessoas. A imensa maioria deles vem do islamismo e sofreram muito por causa de sua decisão de aceitar Jesus.

Youssef Ourahmane, outro pastor da Argélia explica que o governo persegue e intimida os cristãos ocasionalmente. Mesmo assim, eles têm oportunidades de testemunhar toda vez que são detidos.

“Em delegacias de polícia, nos tribunais… Uma vez que eu fui levado por policiais e durante 45 minutos falei-lhes sobre Jesus. Imagine só, todos na delegacia eram muçulmanos. Ficavam dizendo: ‘Conte-nos mais sobre esse Jesus ‘”, comemora.

Para Peter (nome alterado por questões de segurança), missionário estrangeiro que trabalha há anos na região, “Eles sempre foram hostis a qualquer coisa externa e o cristianismo era considerado como a religião dos europeus”, lembra.

Para ele, a chegada de canais de televisão cristãos via satélite e a internet mudaram a percepção das pessoas sobre o cristianismo.

Informações Gospel Prime- Jarbas Aragão

PUBLICIDADE

Últimas notícias

Brasil/Mundo12 horas atrás

Motivação de estudantes aumentou com retorno das aulas presenciais, diz pesquisa

Na opinião de pais, 87% dos filhos que frequentam as aulas presenciais se sentem mais animados

Brasil/Mundo1 dia atrás

Governo de Rondônia proíbe ‘linguagem neutra’ nas escolas

Os professores e instituições poderão ser punidos se não obedecerem

Brasil/Mundo2 dias atrás

Moraes determina prisão preventiva e extradição de Allan dos Santos

Blogueiro bolsonarista é alvo do inquérito que apura a divulgação de notícias falsas

Brasil/Mundo2 dias atrás

Covid-19: 20 milhões de brasileiros estão com a segunda dose da vacina atrasada

Índice de pessoas completamente vacinadas contra a doença já teria passado dos 80% do público-alvo, caso não houvesse atraso na...

Brasil/Mundo2 dias atrás

Governo Federal anuncia o Auxílio Brasil de R$ 400 até o final de 2022

O número de beneficiários será ampliado em relação ao Bolsa Família e deve chegar a 16,9 milhões de famílias

Brasil/Mundo3 dias atrás

Inscrições para cursos gratuitos do Google encerram nessa sexta (22/10)

As capacitações são na área de tecnologia e começam nesse ano

Brasil/Mundo4 dias atrás

Censura: Instagram retira ‘recurso de links’ de perfis conservadores

Internautas falam de perseguição política e tentativa de censura

Brasil/Mundo4 dias atrás

Lego anuncia brinquedos sem gênero para influenciar crianças “contra o preconceito”

Para a marca, acabar com o “estereótipos nocivos” vai ajudar as crianças a não serem preconceituosas

Publicidade