Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Brasil/Mundo

“Big Mouth”: Grupo pró-família denuncia desenho da Netflix por abuso sexual infantil

Grupo pede que autoridades investiguem se o programa viola as leis contra pornografia infantil

Publicado

em

Para o grupo PTC (Parents Television and Media Council), o desenho “Big Mouth”, disponível na Netflix, prepara crianças para o abuso sexual.

Em um relatório publicado na semana passada, o grupo pró-família pede que as autoridades investiguem o conteúdo da programação alegando que ele tem potencial para de violar as leis de pornografia infantil vigente nos EUA.

Com classificação indicativa para maiores de 16 anos, a série mostra personagens principais adolescentes que estão na puberdade. Os personagens com 12 e 13 anos também vivenciam situações sexuais.

No relatório, o PTC destaca com capturas de tela várias partes do desenho com “conteúdo sexualmente exploratório ou de exploração sexual envolvendo crianças” que fazem parte dos 10 episódios da quarta temporada do programa.

Segundo o grupo, a cada minuto de programação são exibidas “quatro cenas iminentes de sexo, violência e linguagem profana, indecente ou obscena”.

São mais de 190 referências sexuais ou insinuação sexual apontada no relatório. O documento também denuncia 17 ocorrências de nudez animada, a maioria apresentando os órgãos genitais de personagens menores de idade”.

O presidente da PTC, Tim Winter, diz que em 26 anos de atuação o grupo jamais viu um programa como esse. “Uma criança se oferece para matar o próprio pai, um personagem sugere fazer sexo com seu próprio excremento e depois comê-lo. É isso e muito, muito mais o que está no Big Mouth da Netflix”, exemplificou.

“Ver crianças sendo usadas dessa forma para o entretenimento de adultos viola nossas sensibilidades, especialmente no momento em que há agressão sexual sendo denunciada em todo lugar do mundo”, disse ele.

“É incompreensível que a Netflix hospede um programa onde sugere que uma criança seja segurada e um pênis seja introduzido de maneira forçada em sua boca”, protestou.

O grupo pede que autoridades verifiquem se as leis contra pornografia infantil foram violadas pelo desenho e também pede que a Netflix exclua a programação de seu catálogo, pois crianças podem facilmente acessá-la.

PUBLICIDADE

Últimas notícias

Brasil/Mundo18 minutos atrás

Jogador de vôlei que criticou Superman bissexual é afastado do Minas Clube

Pressão de internautas foi decisiva para que patrocinadores ameaçassem o clube

Brasil/Mundo5 horas atrás

Livro baseado em fatos reais conta histórias sobre sonhos de crianças

Já dizia o dramaturgo e poeta inglês William Shakespeare: “Somos do mesmo material do que se tecem os sonhos, nossa...

Brasil/Mundo1 dia atrás

Seleção Russa bem-sucedida para a Copa do Mundo de 2022

Há vários fatores óbvios no desempenho bem sucedido da equipe

Brasil/Mundo1 dia atrás

“Foi a própria Exame que falou da relação de HIV com vacina”, diz Bolsonaro

Durante live no Facebook, Bolsonaro leu uma reportagem internacional sobre esse mesmo assunto e foi acusado de propagar notícia falsa

Brasil/Mundo2 dias atrás

Jogador do Cuiabá, diz que homossexualidade ‘é pecado’ e ‘leva à condenação’

Cristão, o atleta passou a se acusado de homofobia

Brasil/Mundo2 dias atrás

Ministro da Justiça pedirá extradição de Allan dos Santos

Torres revelou que setores da Interpol não reconhecem o pedido, pois não há crime de opinião

Brasil/Mundo4 dias atrás

Motivação de estudantes aumentou com retorno das aulas presenciais, diz pesquisa

Na opinião de pais, 87% dos filhos que frequentam as aulas presenciais se sentem mais animados

Brasil/Mundo5 dias atrás

Governo de Rondônia proíbe ‘linguagem neutra’ nas escolas

Os professores e instituições poderão ser punidos se não obedecerem

Publicidade