Conecte-se conosco

Brasil/Mundo

Bombardeios do Exército israelense em Gaza deixam pelo menos 2 mortos

Publicado

em

Militantes palestinos do Hamas carregam o corpo de um dos homens mortos em ataque aéreo israelenseReuters/Mohammed Salem/Direitos Reservados

Dois palestinos morreram nos bombardeios do Exército de Israel contra posições militares do movimento islamita Hamas, na Faixa de Gaza, confirmou neste sábado (9) o Ministério da Saúde palestino, elevando para quatro o número de mortos após a declaração de Donald Trump sobre Jerusalém. As informações são da Agência EFE.

“Na manhã de sábado, as equipes de resgate encontraram os corpos de dois palestinos que morreram nos ataques aéreos israelenses de ontem à noite, no norte da Faixa de Gaza”, informou o porta-voz do Ministério da Saúde, Ashraf al Qedra.

Os mortos foram identificados como Abdullah al Atal, de 28 anos, e Mohamed Safadi, de 30.

Por volta das 3h45 (hora local), três ataques aéreos israelitas atingiram o norte, centro e sul de Gaza, provocando danos materiais na infraestrutura das Brigadas Izz ad-Din al-Qassam, braço militar do Hamas.

“Em resposta aos foguetes disparados contra as comunidades israelitas durante o dia de ontem, a aviação militar atingiu quatro infraestruturas da organização terrorista Hamas na Faixa de Gaza”, confirmou o Exército de Israel.

O comunicado militar indicou que os bombardeios atingiram uma fábrica de armas, um armazém de armas e um complexo militar.

Anteriormente, outro bombardeio aéreo israelense de retaliação havia atacado as posições do Hamas em resposta a dois mísseis disparados durante a tarde, deixando pelo menos 15 feridos, entre eles um bebê, segundo Al Qedra.

Israel qualificou os lançamentos de ontem como “um ato grave de agressão” e insistiu em que os responsáveis “contenham os ataques que ameaçam a vida de civis”.

Os mortos nos bombardeios se somam a outros dois em Gaza, nos confrontos com soldados israelitas na zona da fronteira: Mahmoud al Masri, de 30 anos, e Maher Atallah, de 54. Com informações Agência Brasil

Publicidade

Últimas notícias

Brasil/Mundo1 dia atrás

Hábitos que surgiram na pandemia e podem gerar sofrimentos psíquicos como ansiedade e depressão

Psicóloga e professora da UniAvan dá dicas para identificar quando um hábito se torna uma síndrome, como tratar e como...

Brasil/Mundo2 dias atrás

Instituto faz campanha para promover reconstrução facial gratuita para quem sofre com o rosto desfigurado

A parceria entre o Instituto Mais Identidade e a UNIP visa devolver a autoestima e a esperança dos pacientes

Brasil/Mundo2 dias atrás

Ministério da Saúde suspende vacinação contra Covid-19 em adolescentes sem comorbidades

Jovens de 12 a 17 anos que tomaram a primeira dose NÃO devem tomar a segunda dose

Brasil/Mundo2 dias atrás

Governo Federal propõe programa habitacional mais barato e mudanças no Casa Verde Amarela

Os usuários contemplados poderão ter descontos acima de R$ 30 mil no valor final do imóvel

Brasil/Mundo3 dias atrás

Com mais de 400 mil fiéis no Brasil, Convenção CEADDIF se reúne para falar de discipulado

São mais de 4 mil pastores e pastoras, atuando em cerca de 200 ministérios

Brasil/Mundo3 dias atrás

Somos Futuro seleciona estudantes para bolsas integrais no ensino médio

Para participar do processo é preciso estar no 9º ano do Ensino Fundamental II em escola pública

Brasil/Mundo3 dias atrás

Habite Seguro: Bolsonaro lança programa habitacional para profissionais da segurança pública

Programa é para profissionais que ainda não possuem um imóvel com renda mensal de até R$ 7 mil

Brasil/Mundo4 dias atrás

Bolsonaro sanciona lei e 25 milhões de brasileiros terão conta de luz mais barata

A sanção presidencial visa simplificar a inscrição no programa Tarifa Social para que potenciais beneficiários sejam incluídos automaticamente

Brasil/Mundo4 dias atrás

Caetano Veloso perde ação judicial contra Marco Feliciano que o chamou de pedófilo

O juiz entendeu que o deputado federal exerceu o legítimo direito de liberdade de criticar

Brasil/Mundo5 dias atrás

Jornalista espanhol diz que Neymar tem contrato com o PSG para não falar de religião

O contrato oferece 6,5 milhões de euros para o jogador caso ele fique longe de polêmicas políticas e religiosas