Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Mundo Cristão

Canadá: Fiéis se reúnem na frente da prisão onde está o pastor preso por fazer culto ao ar livre

Entre os manifestantes estava o pastor James Coates que ficou 35 dias presos em uma prisão de segurança máxima também por realizar cultos presenciais

Publicado

em

Na semana passada, um grupo de fiéis e aliados se manifestaram na porta da delegacia em Alberta, Canadá, onde o pastor Tim Stephens está preso desde o começo do mês por ter realizado um culto ao ar livre.

Stephens já havia sido preso um outra vez por manter os cultos presenciais na igreja, mesmo com as restrições impostas pelo governo local em razão da pandemia.

As autoridades de Alberta fecharam a igreja e o pastor passou a realizar o culto ao ar livre. Dessa vez, a decisão foi mantê-lo preso para que cessassem os cultos presenciais.

A Fairview Baptist não é a única igreja na mira das autoridades canadenses, GraceLife Church, em Edmonton, também tem sido perseguida por manter cultos presenciais.

Em abril deste ano a liderança foi surpreendida pela polícia, que colocou uma barricada de três camadas ao redor da igreja. Por conta disso, os cultos passaram a ser realizados em um local clandestino.

As autoridades de Edmonton encontrou o novo espaço e o pastor James Coates ficou 35 dias presos em uma prisão de segurança máxima.

Por isso, Coates esteve em Alberta para participar do protesto realizado em favor do pastor Stephens, mostrando toda a sua solidariedade e apoio por quem passa pela mesma perseguição que ele já enfrentou. As informações são do FaithWire.

 

PUBLICIDADE