Conecte-se conosco

Brasil/Mundo

Carneficina: Terroristas do Boko Haram executam cristãos e ameaçam de morte toda a comunidade

Publicado

em

Da redação

A violência extremista contra a comunidade cristã em Maiduguri tem sido denunciada com frequência

“Todos os cristãos” que o grupo terrorista Boko Haram capturar serão “mortos em vingança pelos muçulmanos” que perderam a vida na Nigéria. Num vídeo colocado na Internet, o Boko Haram faz esta ameaça ao divulgar a execução, a tiro, de dois trabalhadores humanitários.

+ Terroristas do Boko Haram executam dois jovens cristãos e divulgam vídeo

Identificados como sendo cristãos, Lawrence Duna Dacighir e Godfrey Ali Shikagham são vistos ajoelhados à frente de três homens fortemente armados. Segundo o jornal Morning Star News, o vídeo teria sido colocado na Internet a 20 de Setembro e os dois cristãos estariam na região de Maiduguri numa missão evangélica ligada à construção de abrigos para pessoas deslocadas precisamente por causa da onda de violência terrorista que se tem abatido o norte do país.

A identificação dos dois cristãos foi já confirmada pela família. A violência extremista contra a comunidade cristã em Maiduguri tem sido denunciada com frequência pela Igreja católica.

Ainda em Setembro, D. Oliver Dashe Doeme dizia que a Diocese de Maiduguri tinha sofrido “uma perseguição implacável” pelo Boko Haram. Em entrevista à Fundação AIS, o prelado afirmou que, ao longo dos últimos anos, Maiduguri foi palco de “uma destruição colossal de vidas e propriedades” e a comunidade cristã esteve no centro desses ataques. “Boko Haram significa que a educação ocidental é pecado”, explica o prelado. “Dado que o cristianismo mantém uma ligação com a educação ocidental, deve ser eliminado”, conclui D. Oliver.

A execução agora dos dois trabalhadores humanitários cristãos vem recordar que em 2019 se assinalam dez anos desde o início dos ataques do grupo terrorista Boko Haram na Nigéria, ataques que têm tido uma expressão assinalável na região nordeste do país.

O balanço desta década de terror é terrível. Milhares de mortos, devastação de aldeias, obrigando à fuga das populações, destruição de igrejas e centros paroquiais, assim como de escolas, esquadras ou mercados, e sequestro de centenas de pessoas, especialmente de mulheres e jovens raparigas para serem forçadas à conversão ao Islão.

As dioceses de Maiduguri, Yola e Taraba têm estado no epicentro da zona de actuação deste grupo terrorista que pretende a instauração de um ‘califado’ na região.

D. Oliver lembrou apenas algumas das situações mais graves que a comunidade cristã teve de enfrentar ao longo dos últimos anos. “O nosso seminário menor em Shuwa foi transformado pelos terroristas num acampamento onde reuniram os seus recrutas e guardaram os despojos das pilhagens. Quando abandonaram o seminário, atearam fogo à maior parte do complexo. Graças a Deus, algumas fases de reconstrução já foram concluídas, graças ao apoio da Fundação AIS. Também o nosso centro de formação, localizado em Kaya, foi destruído em 2014 e saqueado pelos terroristas, tal como dois conventos, dois hospitais, 15 escolas missionárias, mais de dez casas paroquiais e mais de 250 igrejas ou capelas.”

O ano de 2014 foi, até agora, o mais violento de todos. “Nesse ano – recorda ainda o Bispo de Maiduguri –, membros da seita apoderaram-se de vastas áreas da nossa diocese. Em resultado disso, mais de 25 padres foram deslocados, mais de 45 freiras tiveram que abandonar os seus conventos, mais de 200 catequistas foram expulsos dos seus locais de trabalho e mais de 100 mil católicos tiveram que fugir das suas casas.”

O Bispo de Maiduguri afirma que o apoio da Ajuda à Igreja que Sofre tem sido vital para a sobrevivência da Igreja nesta região de África. “A Fundação AIS tem sido a espinha dorsal da Igreja na nossa diocese. Sem o apoio da AIS, a Igreja teria entrado em colapso há muito tempo.”

Por tudo isso, D. Oliver Doeme fez questão de deixar uma palavra de agradecimento aos benfeitores e amigos da AIS que têm assegurado, com a sua generosidade, esta corrente solidária para com uma comunidade vítima de terrorismo. “Estamos muito gratos à Fundação AIS e aos seus numerosos benfeitores pelo enorme apoio que têm dado à Igreja que sofre na nossa diocese, e a Igreja que sofre tem estado a rezar por todos vós…”

(Com Aleteia)

Publicidade

Últimas notícias

Brasil/Mundo6 horas atrás

5 perguntas respondidas sobre a terceira dose das vacinas de Covid-19

A terceira dose já começou a ser aplicada no Brasil, idosos são os primeiros a receberem o reforço vacinal

Brasil/Mundo19 horas atrás

Workshop sobre meio ambiente e astronomia recebe inscrições até 22/09

GLOBE Brasil 2021 é realizado pela Agência Espacial Brasileira (AEB); confira como participar

Brasil/Mundo22 horas atrás

Ministério Zoe retorna aos lançamentos com a canção “Se dê mais uma chance”

A faixa chega nas plataformas nesta quarta-feira (22) em todas as plataformas digitais

Brasil/Mundo1 dia atrás

Caixa Econômica anuncia redução de juros para Crédito Imobiliário Poupança Caixa

Banco alcançou a marca de R$ 300 bilhões contratados na atual gestão e segue como o maior financiador da casa...

Brasil/Mundo1 dia atrás

“Big Mouth”: Grupo pró-família denuncia desenho da Netflix por abuso sexual infantil

Grupo pede que autoridades investiguem se o programa viola as leis contra pornografia infantil

Brasil/Mundo1 dia atrás

MG terá investimento de R$ 5,2 bilhões em projetos de energia solar e híbrida

Companhia alemã investirá o valor na construção de três usinas de energia limpa, sendo duas solares e uma de fonte...

Brasil/Mundo4 dias atrás

Hábitos que surgiram na pandemia e podem gerar sofrimentos psíquicos como ansiedade e depressão

Psicóloga e professora da UniAvan dá dicas para identificar quando um hábito se torna uma síndrome, como tratar e como...

Brasil/Mundo5 dias atrás

Instituto faz campanha para promover reconstrução facial gratuita para quem sofre com o rosto desfigurado

A parceria entre o Instituto Mais Identidade e a UNIP visa devolver a autoestima e a esperança dos pacientes

Brasil/Mundo5 dias atrás

Ministério da Saúde suspende vacinação contra Covid-19 em adolescentes sem comorbidades

Jovens de 12 a 17 anos que tomaram a primeira dose NÃO devem tomar a segunda dose

Brasil/Mundo5 dias atrás

Governo Federal propõe programa habitacional mais barato e mudanças no Casa Verde Amarela

Os usuários contemplados poderão ter descontos acima de R$ 30 mil no valor final do imóvel