Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Política

Ciro Gomes grava vídeo dizendo a Constituição e a Bíblia “não são conflitantes”

A vereadora de Fortaleza, Priscila Costa, lembrou em um vídeo que o pedetista tem apoio do Partido Comunista da China que persegue cristãos

Publicado

em

O ex-governador do Ceará, Ciro Gomes (PDT), fez um vídeo segurando a Bíblia Sagrada e a Constituição para dizer que os dois livros não são conflitantes.

“O Brasil é uma República laica. O estado tem vida independente das igrejas e as igrejas têm vida independente do estado. Mas estes livros não são conflitantes”, diz.

“O mesmo acontece com a religião e a política. Se observamos bem, veremos que ideias centrais do cristianismo inspiram a vida de todos nós que lutamos por um Brasil melhor”, completou ele no vídeo divulgado em suas redes sociais.

Ciro Gomes que há alguns meses disse que prenderia pastores e padres que abrissem suas igrejas na pandemia, agora tenta se aproximar dos cristãos, que são maioria no país.

 

Ciro recebe críticas por tentar conquistar cristãos

De olho em 2022, o pedetista não agradou os internautas mais atentos e foi bastante criticado.

A vereadora de Fortaleza (CE), Priscila Costa, fez questão de gravar um vídeo lembrando que em 2018 o PDT recebeu apoio do Partido Comunista da China que é o grande responsável pela perseguição aos cristãos naquele país.

“Ciro Gomes, que antes falava em prender padres e pastores e pregava o fim da ‘ilusão moralista católica’, agora quer o voto do cristão dizendo que ‘ideias do cristianismo inspiram a vida de todos’. Pronto, Odebrecht. Já pode mudar o apelido dele de ‘sardinha’ pra ‘cameleão'”, tuitou a vereadora.

 

PUBLICIDADE