Conecte-se conosco

Tocantins

Clínica de Tratamento Luz esclarece sobre recomendação do Ministério Público

A Clínica esclarece que a referida autorização para internação involuntária e compulsória de pacientes não existe no Estado do Tocantins

Publicado

em

A respeito da Recomendação expedida pelo Ministério Público Estadual, a Clínica Luz, sediada em Palmas, que realiza tratamentos para dependentes químicos, esclarece que a referida autorização para internação involuntária e compulsória de pacientes não existe no Estado do Tocantins, e tão pouco no plano nacional, e que somente com advento da Lei Federal 13.840 de 5 de julho de 2019, foi regulamentada as internações involuntárias e compulsórias.

Essas internações antes eram regidas exclusivamente pela Lei Federal nº 10.216/2001, e de acordo com o Plano Nacional de Políticas sobre Drogas o poder público deve fazer a interdisciplinaridade e integração dos programas, ações, atividades e projetos dos órgãos e entidades públicas e privadas nas áreas de saúde, conforme Art. 8º-D, da Lei Federal 13.840/2019.

Somente no dia 5 de julho de 2021, foi criada a Comissão Revisora das Internações Psiquiátricas Involuntárias, pelo Governo do Tocantins, conforme Diário Oficial nº 5.878, que fará o credenciamento das clínicas de tratamento e que necessita agilizar esse credenciamento. Enquanto isso, a Clínica deve continuar realizando as internações compulsórias e involuntárias, até a conclusão do credenciamento pela comissão, tendo em vista a clínica ter hoje sete pacientes com internações com aval do próprio MP/TO.

A Clínica Luz esclarece que todas as exigências feitas pelas diligências do MP, foram respondidas em tempo hábil, e após a vigilância sanitária ser notificada pelo MP/TO para informações sobre a Clínica, a mesma passou por rigorosa vistoria e adequações na sua estrutura física e profissional, com o Alvará de vigilância sanitária definitivo tendo o nº 2021015237, e com validade até 31/12/2021; o Alvará de funcionamento n° 2021008239, também com validade até 31/12/2021. E ainda a certidão de regularidade dos bombeiros n° 039048/2020, com validade até 09/09/2021

Destaca-se que a instituição tem registro de autorização de funcionamento com Psiquiatria junto ao CRM/TO sob o número 1.256, com validade indeterminada, e também se encontra devidamente regular junto ao Conselho Regional de Farmácia sob o número 3.347 com validade até 31/03/2022.

O Art. 23-A  da Lei Federal 13.840/2019, dispõe que o tratamento do usuário ou dependente de drogas deverá ser ordenado em uma rede de atenção à saúde, e que a  internação de dependentes de drogas somente será realizada em unidades de saúde ou hospitais gerais dotados de equipes multidisciplinares, e deverá ser obrigatoriamente autorizada por médico devidamente registrado no Conselho Regional de Medicina – CRM, do Estado onde se localize o estabelecimento no qual se dará a internação, autorização essa que a Clínica de Tratamento Luz possui.

A clínica conta com equipe técnica composta por Terapeuta Ocupacional, Psicólogo, dois Psiquiatras, Enfermeiros, Educador Físico, Pedagogo, Assistente Social, Advogado, equipe de monitores, tendo ainda outros voluntários que acreditam, confiam e conhecem a instituição de perto. Todos os pacientes possuem Projeto Terapêutico Singular, e denúncias feitas a respeito de maus tratos devem ser investigadas, bem como oportunizado à clínica os esclarecimentos necessários para que tudo seja feito dentro da legalidade.

A instituição tem um custo muito alto com folha de pagamentos e outras despesas, tendo vários pacientes com previsão de alta próxima, e a Recomendação do MP poderia acarretar no fechamento da empresa, além do fato de não existir nenhuma outra clínica no Estado habilitada para esse tipo de internação, instituições essas que devem ser fiscalizadas com o mesmo rigor da Clínica de Tratamento Luz.

Saiba + MPE quer o fechamento de clínica famosa em Palmas que trata de dependentes químicos

Publicidade

Últimas notícias

Brasil/Mundo14 horas atrás

Frente Evangélica emite nota de repúdio à decisão de Barroso sobre missionários em terra indígenas

Nota critica a decisão e chama ação de "ideologia anticristã"

Brasil/Mundo14 horas atrás

Comissão especial conclui votação da reforma administrativa

Proposta seguirá para análise no Plenário da Câmara; para ser aprovada, são necessários dois turnos de votação

Brasil/Mundo17 horas atrás

Espanha: Partido Socialista quer prender grupos pró-vida que atuam na porta de clínicas de aborto

Clínicas abortistas pressionam o governo espanhol para tonar as ações pró-vida “um crime de obstrução ao direito ao aborto”

Brasil/Mundo22 horas atrás

Ministério da Saúde volta a recomendar vacinação de adolescentes sem comorbidades

A imunização deve ser feita somente com a vacina da Pfizer, a única autorizada no Brasil para esse público

Brasil/Mundo22 horas atrás

Barroso atende pedido do PT e proíbe entrada de missionários em terras indígenas

Decisão vale para novos grupos de missões que queiram entrar em aldeias isoladas durante a pandemia

Brasil/Mundo2 dias atrás

Demissão de diretor do Enem Digital não afetará candidatos, afirma Inep

Nova rodada de inscrições termina no próximo domingo (26)

Brasil/Mundo2 dias atrás

Saúde: Pandemia aumenta procura dos brasileiros por atividades físicas

Compras on-line de produtos esportivos foi uma das categorias que mais cresceu no início de 2021

Brasil/Mundo2 dias atrás

Vagas de emprego só para vacinados: Empresas começam a exigir comprovante de vacina para candidatos

A justificativa é que o profissional que não estiver vacinado pode colocar em risco a saúde de seus colegas

damares alves damares alves
Brasil/Mundo3 dias atrás

“Não é esquerda ou direita que vai transformar o Brasil, mas a igreja”, diz ministra Damares Alves

A ministra citou as leis em defesa da mulher e contra violência doméstica, mas cobrou posição das igrejas nessa luta

Brasil/Mundo3 dias atrás

MEC lança programa que incentiva a participação das famílias nas escolas

As secretarias de educação e escolas devem aderir ao programa para poderem receber os recursos financeiros