Conecte-se conosco

Brasil/Mundo

Com reator, Brasil terá autonomia na produção de elementos para tratamento do câncer

Publicado

em

Da Redação JM Notícia

Projeção do Reator Multipropósito Brasileiro (RMB), que ficará no Centro Industrial Nuclear de Aramar (Iperó/SP)

Na última semana, em Iperó (SP) o presidente da República, Michel Temer, participou do lançamento da pedra fundamental do Reator Multipropósito Brasileiro (RMB). O equipamento tornará o Brasil autossuficiente na produção de insumos para o tratamento de doenças como o câncer e deu início às operações do Laboratório de Geração de Energia Nucleoelétrica (Labgene). 

Os dois belíssimos projetos que ora celebramos, o reator e o Labgene, elevam nosso patamar em ciência e tecnologia e promovem, na verdade, o desenvolvimento do Brasil“, resumiu o presidente.  

O Reator Multipropósito Brasileiro (RMB) vai permitir que o Brasil tenha autonomia na produção de um elemento relevante para o diagnóstico e tratamento de câncer: os radioisótopos. Atualmente, o País gasta entre R$ 15 milhões a R$ 20 milhões para importar o material. 

Segundo o coordenador técnico do RMB, José Augusto Perrota, a expectativa é zerar esse valor em 2024, quando o equipamento estará pronto. “Com o RMB, nós pretendemos não ficar dependentes dessa importação do material. Nós temos tecnologia no País, nós somos capazes de produzir combustíveis nucleares, capazes de processar esses combustíveis”, afirma.  

Com custo total estimado em US$ 500 milhões, o projeto recebeu R$ 225 milhões em investimentos e terá múltiplas finalidades. Além de produzir substâncias para medicina nuclear, agricultura e indústria, o reator poderá criar capacidade nacional para testar e qualificar materiais e combustíveis nucleares. Por fim, ele também facilitaria a instalação de um laboratório nacional de pesquisas com feixes de nêutrons.  

No mundo, o número de reatores desse porte é pequeno. Por isso, o Brasil poderá tornar-se exportador do radioativo. De acordo com a Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (Encti) de 2016 a 2019, ele também é um dos projetos de pesquisa que colocarão o País na fronteira do conhecimento.  

PUBLICIDADE

Últimas notícias

Brasil/Mundo2 dias atrás

ANAJURE defende liberdade do colégio batista notificado por vídeo contra a ideologia de gênero

"O vídeo em questão, ainda que expresse discordância quanto às teorias de gênero, não estimula qualquer conduta discriminatória", diz a...

Brasil/Mundo2 dias atrás

Livro infantil enfrenta a ideologia de gênero: “Elefantes não são pássaros”

"O livro é uma repreensão absoluta à aceitação da transexualidade e ao número crescente de jovens que se identificam como...

Brasil/Mundo2 dias atrás

Cursos profissionalizantes são aliados na busca pelo emprego

Evento on-line e gratuito vai debater a educação profissionalizante

Brasil/Mundo3 dias atrás

Pandemia afetou o comportamento de responsáveis por crianças de até três anos em famílias de classe D

Isolamento e crise financeira trouxeram efeitos perversos da desigualdade nas classes mais baixas

Brasil/Mundo3 dias atrás

Bolsa Família pode ter reajuste de 50% ou mais, diz ministro

Valores passarão a ser pagos a partir de novembro

Brasil/Mundo3 dias atrás

“O povo vai reagir em 2022 se não tivermos uma eleição democrática”, diz Bolsonaro

O presidente tem defendido a aprovação do projeto de lei pelo voto impresso auditável

Brasil/Mundo4 dias atrás

Lei do Superendividamento favorece negociação e cobrança humanizada

Início das multas no contexto da Lei Geral de Proteção de Dados também deve frear a oferta de crédito a...

Brasil/Mundo4 dias atrás

Brasil ultrapassa marca de 60% da população vacinada com primeira dose contra Covid-19

São mais de 96 milhões de pessoas, das 160 milhões com mais de 18 anos, que receberam a primeira dose...

Brasil/Mundo5 dias atrás

Olimpíadas de Tóquio têm medalhas feitas por designer japonês

Junichi Kawanishi foi o vencedor de um concurso com 400 participantes

Brasil/Mundo6 dias atrás

Entidades e mais de 50 juristas assinam carta em defesa da indicação de André Mendonça ao STF

Texto mostra que um jurista evangélico também pode assumir uma cadeira na Suprema Corte