Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Tocantins

Com salários atrasados, servidores da educação paralisam atividades em Miracema

Publicado

em

Da Redação JM Notícia

Profissionais da Educação entram em greve em Miracema

Nesta segunda-feira (5) os profissionais da Rede Municipal de Ensino de Miracema (TO) entraram em greve em protesto fazendo uma série de reivindicações.

As pautas defendidas pela categoria são: o reajuste salarial de 4% aprovado no mês de agosto, o pagamento das progressões de 2018 e contra a mudança da data de pagamento.

Antes dos profissionais saírem às ruas com cartazes cobrando a Prefeitura, uma reunião foi realizada na sede do Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado do Tocantins (Sintet), Regional de Miracema, onde foi definido a paralisação.

“A paralisação realizada hoje busca por diálogo com a prefeitura, precisamos dialogar com a gestão, se não formos atendidos vamos continuar paralisados. A luta é pela manutenção de nossos direitos”, disse Iata Vilarinho, presidente do Sintet em Miracema.

Prefeitura emite nota sobre a greve dos professores

Sobre a paralisação do dia 05 de novembro de 2018, comunicada pelo Sintet, no Município de Miracema do Tocantins, a Prefeitura esclarece que:

O pagamento da folha do mês de outubro não foi liberado no dia 31, como de costume, devido a um bloqueio nas contas do Município, ocasionado por problemas de gestões anteriores, o que já foi informado em nota pelo governo municipal. No entanto, o Município ainda está no período vigente para pagamento, conforme a CLT, que prevê um prazo de até cinco dias úteis para quitação da folha. A Prefeitura está, portanto, com sua folha em dia.

Sobre o pagamento das progressões e do reajuste salarial referente à 2018, a atual gestão fez uma primeira reunião para ter conhecimento do diálogo iniciado com o ex-prefeito Moisés Costa. Na ocasião ficou acordado entre as partes que outra reunião seria realizada para conversas definitivas sobre o caso, permitindo um pequeno espaço de tempo para que o atual prefeito Saulo Milhomem estudasse a viabilidade financeira de atendimento à demanda. Assim, o governo municipal entende que a decisão pela paralização é precipitada, uma vez que as tratativas estão em curso.

A Prefeitura de Miracema do Tocantins tem buscado honrar junto a servidores e fornecedores, todos os compromissos financeiros, executando suas obrigações e contribuindo com a dignidade de homens e mulheres. A Prefeitura comunica também que em caso de paralisação irá acionar a Justiça e tomará todas as medidas cabíveis e necessárias para o cumprimento do calendário escolar.

Prefeitura de Miracema do Tocantins. 03 de novembro de 2018.

PUBLICIDADE

Últimas notícias

Brasil/Mundo14 horas atrás

Governo Federal anuncia o Auxílio Brasil de R$ 400 até o final de 2022

O número de beneficiários será ampliado em relação ao Bolsa Família e deve chegar a 16,9 milhões de famílias

Brasil/Mundo1 dia atrás

Inscrições para cursos gratuitos do Google encerram nessa sexta (22/10)

As capacitações são na área de tecnologia e começam nesse ano

Brasil/Mundo2 dias atrás

Censura: Instagram retira ‘recurso de links’ de perfis conservadores

Internautas falam de perseguição política e tentativa de censura

Brasil/Mundo3 dias atrás

Lego anuncia brinquedos sem gênero para influenciar crianças “contra o preconceito”

Para a marca, acabar com o “estereótipos nocivos” vai ajudar as crianças a não serem preconceituosas

Brasil/Mundo3 dias atrás

Por reclamarem de banheiro coletivo unissex, Joana Prado e Vitor Belford perdem patronício

A empresa foi pressionada por internautas para romper contrato com o casal; usuários da rede alegam de "transfobia"

Brasil/Mundo3 dias atrás

Pesquisa aponta profissão de professor como a mais confiável entre a população

Foram ouvidos de 19 mil entrevistados com idades entre 16 e 74 anos em diferentes países

Brasil/Mundo3 dias atrás

Auxílio Emergencial pode ser prorrogado até 2023 com valor de R$ 250

Prorrogação deve ser feita devido a demora na aprovação do Auxílio Brasil no Congresso Nacional

Brasil/Mundo3 dias atrás

Psicóloga Marisa Lobo comenta sobre Round 6: “banaliza a perversidade”

A série tem recebido críticas em vários países do mundo

Publicidade