Conecte-se conosco

Tocantins

Covid-19: Endividamento dos palmenses chegou a 70,1% em maio, diz entidade

Publicado

em

O presidente da Fecomércio Tocantins alerta os consumidores. “Estamos em uma realidade diferente”.

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) em parceria com a Fecomércio Tocantins, realizou pesquisa em Palmas (PEIC – Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor).

De acordo com dados da entidade, este mês a pesquisa aponta um leve crescimento em seu índice de endividamento chegando a 70,1% dos palmenses, um crescimento comparado ao mês anterior de 0,3%. Desses endividados, houve um aumento também em maio de 0,8% nos que estão com contas em atraso, ou seja, inadimplentes. Porém, apenas 0,1% dos entrevistados disseram que não terão condições de quitar suas dívidas.

Nacionalmente o cenário é diferente. O número de famílias com dívidas em cheque pré-datado, cartão de crédito, cheque especial, carnê de loja, empréstimo pessoal, prestação de carro e seguro recuou ligeiramente em maio, passando de 66,6% (abril) para 66,5%. Já com relação a maio de 2019 (63,4%), o percentual de endividamento foi maior.

O presidente da CNC, José Roberto Tadros, avalia que, apesar das medidas para enfrentar a crise provocada pelo novo coronavírus, como a injeção de liquidez na economia e a queda das taxas de juros, a maior aversão ao risco no sistema financeiro tem impedido que o crédito de fato alcance os consumidores. “Apesar da pequena queda no mês, o endividamento das famílias está em proporção elevada, sendo importante também viabilizar prazos mais longos para os pagamentos das dívidas, como forma de evitar o crescimento da inadimplência nos meses à frente”, indica Tadros, ressaltando que “a inflação baixa beneficia a manutenção do poder de compra dos consumidores, especialmente nas faixas de menor renda”.

Na capital do Tocantins, onde o cenário foi contrário ao nacional, 62% dos consumidores endividados consideram-se pouco endividados e as dívidas mais comuns se dividem em: cartão de crédito (80,1%), financiamento de carro (20,3%) e financiamento de casa (18,7%).

O presidente da Fecomércio Tocantins alerta os consumidores. “Estamos em uma realidade diferente. Com a pandemia, muitas pessoas estão usando o cartão de crédito para efetuar compras e até mesmo pagar contas de água ou energia, porém é preciso cautela e conhecer as taxas de juros aplicadas, que são altíssimas. O cartão de crédito deve ser usado com muita responsabilidade”, explica.

Com relação aos demais dados da Peic, o patamar é similar aos demais meses. 39,1% disseram estar com contas atrasadas entre 30 e 90 dias, sendo o tempo médio de 46,2 dias. Já sobre o comprometimento com essas dívidas, 42,8% expuseram ter dívidas por mais de 1 ano. O tempo médio de comprometimento é de 7,8 meses. Por fim, 70,5% disseram comprometer de 11 a 50% de sua renda familiar com dívidas, ficando a média em 33,2%.

Saiba + Liberdade religiosa está sob perseguição velada no Tocantins, denuncia Eli Borges na Câmara dos Deputados

Saiba + Morre pastor Deolando Almeida, ex-diretor executivo da CPAD

Saiba + Pastores paraenses pedem volta de cultos presenciais em reunião com governador

Publicidade

Últimas notícias

Brasil/Mundo6 horas atrás

5 perguntas respondidas sobre a terceira dose das vacinas de Covid-19

A terceira dose já começou a ser aplicada no Brasil, idosos são os primeiros a receberem o reforço vacinal

Brasil/Mundo20 horas atrás

Workshop sobre meio ambiente e astronomia recebe inscrições até 22/09

GLOBE Brasil 2021 é realizado pela Agência Espacial Brasileira (AEB); confira como participar

Brasil/Mundo22 horas atrás

Ministério Zoe retorna aos lançamentos com a canção “Se dê mais uma chance”

A faixa chega nas plataformas nesta quarta-feira (22) em todas as plataformas digitais

Brasil/Mundo1 dia atrás

Caixa Econômica anuncia redução de juros para Crédito Imobiliário Poupança Caixa

Banco alcançou a marca de R$ 300 bilhões contratados na atual gestão e segue como o maior financiador da casa...

Brasil/Mundo1 dia atrás

“Big Mouth”: Grupo pró-família denuncia desenho da Netflix por abuso sexual infantil

Grupo pede que autoridades investiguem se o programa viola as leis contra pornografia infantil

Brasil/Mundo1 dia atrás

MG terá investimento de R$ 5,2 bilhões em projetos de energia solar e híbrida

Companhia alemã investirá o valor na construção de três usinas de energia limpa, sendo duas solares e uma de fonte...

Brasil/Mundo4 dias atrás

Hábitos que surgiram na pandemia e podem gerar sofrimentos psíquicos como ansiedade e depressão

Psicóloga e professora da UniAvan dá dicas para identificar quando um hábito se torna uma síndrome, como tratar e como...

Brasil/Mundo5 dias atrás

Instituto faz campanha para promover reconstrução facial gratuita para quem sofre com o rosto desfigurado

A parceria entre o Instituto Mais Identidade e a UNIP visa devolver a autoestima e a esperança dos pacientes

Brasil/Mundo5 dias atrás

Ministério da Saúde suspende vacinação contra Covid-19 em adolescentes sem comorbidades

Jovens de 12 a 17 anos que tomaram a primeira dose NÃO devem tomar a segunda dose

Brasil/Mundo5 dias atrás

Governo Federal propõe programa habitacional mais barato e mudanças no Casa Verde Amarela

Os usuários contemplados poderão ter descontos acima de R$ 30 mil no valor final do imóvel