Conecte-se conosco

Brasil/Mundo

Cristão tem mão cortada por se recusar a negar Jesus

Publicado

em

“Eles mataram meu sogro e sequestraram algumas das crianças que moravam conosco”

Na Nigéria, a maior comunidade cristã do continente, eles tentam encontrar comida suficiente para sobreviver dia após dia.

Em visita a um campo de refugiados para pessoas que foram deslocadas internamente de suas aldeias no norte e oeste, um jornalista compilou os testemunhos mais chocantes de agressões contra os cristãos.  

Existem cerca de 2,5 milhões de pessoas deslocadas internamente na Nigéria, o que faz desta uma das maiores crises humanitárias do mundo atualmente. E o que todas essas pessoas têm em comum é que são cristãos.

Aisha Walla, 29 anos, cresceu no norte da Nigéria com sua família, vivendo uma vida pobre junto com o resto dos habitantes de sua pequena cidade. Ela é cristã de um dos maiores grupos étnicos da África Ocidental. A vida era difícil para essa jovem mãe de dois filhos e estava prestes a se tornar muito mais difícil.

Boko Haram invade a cidade

“Em novembro de 2013, o Boko Haram invadiu nossa vila”, disse ele. “Eles mataram meu sogro e sequestraram algumas das crianças que moravam conosco. Estávamos com tanto medo que fugimos para as montanhas”.

O Boko Haram existe há muito tempo, eles mataram milhares de pessoas em todo o país da Nigéria e em outros lugares, a ponto de, em 2015, terem sido designados como um dos grupos terroristas mais perigosos do planeta.

Muito desse terror é direcionado aos cristãos. Enoch Yeohanna era vizinho de Aisha.

Queimando igrejas, matando membros

“Eles começaram a queimar igrejas, matando pastores e matando membros”, disse ele. 

“29 de setembro de 2014 foi o dia em que atacaram minha cidade. Por volta das dez, recebi uma ligação dizendo que meu pai foi morto. Eles pediram que ele negasse a Cristo e, quando ele recusou, cortaram sua mão direita. Então ele recusou [de novo], eles cortaram no cotovelo. Na qual ele recusou, antes de levar um tiro na testa, pescoço e peito “, continuou Yeohanna.

Muitos dos 1.500 cristãos que vivem neste campo têm histórias semelhantes. 

O exército nigeriano lançou grandes ofensivas contra o Boko Haram nos últimos meses e, mesmo com grandes perdas de ambos os lados, parece não haver um fim à vista. Apesar das dificuldades, esses cristãos deslocados acreditam firmemente no poder da oração.

“Se houver paz, não há nada que nos impeça de ir para lá”, disse Enoch Yeohanna.

“Minha fé ajudou minha vida de oração e acredito que as orações dos santos em todo o mundo nos ajudaram a superar esses tempos difíceis”, disse Aisha Walla. “Minha esperança é que Deus traga todos os deslocados para suas casas, para que possamos adorar a Deus juntos e viver em paz.”

PUBLICIDADE

Últimas notícias

Brasil/Mundo2 dias atrás

Israel fará testes com vacina em pílulas contra Covid-19

A vacina Oravax é projetada para atingir três proteínas estruturais do vírus, em vez da proteína de pico único direcionada...

Brasil/Mundo2 dias atrás

Por não reconhecer Israel como país, judoca da Argélia se nega a lutar contra israelense

Para os islâmicos, enfrentar um atleta israelense é reconhecer o país e muitos se negam a fazê-lo

Brasil/Mundo3 dias atrás

Roberto Jefferson dispara contra embaixador da China no Brasil: “Pilantra que articula contra o governo”

No Twitter, Jefferson chamou o diplomata de “vagabundo que a China mandou para o Brasil”

finanças finanças
Brasil/Mundo3 dias atrás

62,5 milhões de brasileiros estão inadimplentes, aponta estudo da Serasa

Serasa realiza a ação "Limpa Nome" que permite negociar dívidas com até 99% de desconto

Brasil/Mundo3 dias atrás

Braga Netto desmente Estadão: “Desinformação que gera instabilidade”

Apesar da declaração do ministro da Defesa, o jornal mantém a reportagem no ar

Brasil/Mundo3 dias atrás

Bolsonaro assina projetos de lei em favor da família e contra o aborto

Em reunião com o Presidente da República Jair Bolsonaro nesta quarta-feira (21), o Ministério da Mulher, da Família e dos...

Brasil/Mundo4 dias atrás

Ministro da Defesa quebra o silêncio e condiciona eleições de 2022 ao voto impresso

General Walter Braga Netto mandou recado para o presidente da Câmara, afirmando que as eleições de 2022 devem ser "auditáveis"...

Brasil/Mundo4 dias atrás

Deputada Rosane Felix repudia desenho com ideologia de gênero e linguagem neutra da Netflix

"Ridley Jones – a Guardiã do Museu" tem um personagem não binário e uma família de múmias com dois pais

Brasil/Mundo4 dias atrás

Redes sociais terão emojis de homens grávidos

Homens trans são mulheres biológicas que fizeram a mudança de gênero

Brasil/Mundo4 dias atrás

Prouni 2021: MEC divulga resultado da primeira chamada

Pré-selecionados precisam apresentar documentos para comprovar informações