Conecte-se conosco

Brasil/Mundo

Deputado fica indignado com decisão da PRG em prol do ensino da ideologia de gênero

Publicado

em

Da Redação JM Notícia

 

Deputado Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ) ficou indignado com a ofensiva da Procuradoria Geral da República (PGR) contra seis prefeituras que barraram o ensino da ideologia de gênero em suas escolas.

Através de sua assessoria, o parlamentar comentou a notícia dizendo que estar “extremamente perplexo” com a forma como o procurador Rodrigo Janot resolveu tratar o caso.

“Quero dizer que é muito estranho o Procurador Geral da República emitir opinião sobre motivação religiosa, afinal de contas é dever Constitucional a livre manifestação religiosa”, disse Sóstenes ao citar o artigo 5º da Constituição.

Refutando que a decisão das prefeituras se baseiam em uma religião, o deputado lembra que o Congresso Nacional impediu o ensino de gênero na Base Comum Curricular e em Brasília nem todos os parlamentares estão ligados à uma religião.

“O que realmente queremos é tratar nossos alunos de forma igualitária, nem prestigiando uns pela opção sexual, nem depreciando outros por possuírem e professarem sua fé. Prezamos pela qualidade na Educação, e a garantia de que nossos filhos e filhas não serão doutrinados por professores mal-intencionados”, declarou.

Para o deputado, fica claro que há muitos juízes envolvidos em causas de grupos específicos, no lugar de pensar no bem comum para todos os brasileiros. Sóstenes Cavalcante lembra também que Janot pediu, em 2015, o fim de obrigatoriedade da Bíblia em escolas e bibliotecas públicas, contrariando leis estaduais do Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Amazonas e Mato Grosso do Sul.

Outro caso citado pelo deputado carioca aconteceu em outubro do ano passado quando Janot emitiu parecer contra a Lei alagoana 7.800/15, que instituiu o Programa Escola Livre, proposta baseada no projeto Escola Sem Partido – que proíbe qualquer afronta a convicções religiosas ou morais dos pais e dos alunos e a apresentação de conteúdo “ideológico” aos estudantes.

Publicidade

Últimas notícias

Brasil/Mundo16 segundos atrás

Instituto faz campanha para promover reconstrução facial gratuita para quem sofre com o rosto desfigurado

A parceria entre o Instituto Mais Identidade e a UNIP visa devolver a autoestima e a esperança dos pacientes

Brasil/Mundo6 horas atrás

Ministério da Saúde suspende vacinação contra Covid-19 em adolescentes sem comorbidades

Jovens de 12 a 17 anos que tomaram a primeira dose NÃO devem tomar a segunda dose

Brasil/Mundo14 horas atrás

Governo Federal propõe programa habitacional mais barato e mudanças no Casa Verde Amarela

Os usuários contemplados poderão ter descontos acima de R$ 30 mil no valor final do imóvel

Brasil/Mundo1 dia atrás

Convenção CEADDIF se reúne para falar de discipulado

São mais de 4 mil pastores e pastoras, atuando em cerca de 200 ministérios

Brasil/Mundo1 dia atrás

Somos Futuro seleciona estudantes para bolsas integrais no ensino médio

Para participar do processo é preciso estar no 9º ano do Ensino Fundamental II em escola pública

Brasil/Mundo2 dias atrás

Habite Seguro: Bolsonaro lança programa habitacional para profissionais da segurança pública

Programa é para profissionais que ainda não possuem um imóvel com renda mensal de até R$ 7 mil

Brasil/Mundo2 dias atrás

Bolsonaro sanciona lei e 25 milhões de brasileiros terão conta de luz mais barata

A sanção presidencial visa simplificar a inscrição no programa Tarifa Social para que potenciais beneficiários sejam incluídos automaticamente

Brasil/Mundo2 dias atrás

Caetano Veloso perde ação judicial contra Marco Feliciano que o chamou de pedófilo

O juiz entendeu que o deputado federal exerceu o legítimo direito de liberdade de criticar

Brasil/Mundo3 dias atrás

Jornalista espanhol diz que Neymar tem contrato com o PSG para não falar de religião

O contrato oferece 6,5 milhões de euros para o jogador caso ele fique longe de polêmicas políticas e religiosas

Brasil/Mundo3 dias atrás

Igrejas e templos religiosos estão isentos de pagar ICMS nas contas de água, luz, gás e telefonia

Governador Cláudio Castro sanciona lei com autoria de 16 deputados estaduais